Indústria

Executiva desiste de cargo na Premier League antes de assumir

Susanna Dinnage comunicou que desistiu de ser CEO da liga inglesa

1 jan, 2019

A Premier League anunciou em 2018 que o seu presidente executivo, Richard Scudamore, deixaria o cargo após quase 20 anos e que Susanna Dinnage seria a primeira mulher a assumir um cargo executivo na liga. Sim, seria. A executiva da Discovery desistiu do posto antes mesmo de assumir.

No domingo pela manhã (dia 30), a Premier League divulgou um comunicado em que dizia ter sido informada por Susanna de sua desistência. A liga, no entanto, não deu os detalhes que motivaram a decisão, alegou apenas que a profissional havia “mudado de ideia”.

“Apesar de seu compromisso com a Premier League no início de novembro, Susanna Dinnage já avisou ao comitê de nomeações que ela não ocupará o cargo de presidente-executivo. O comitê reconvocou sua busca e está conversando com os candidatos. Não haverá mais comentários até que um compromisso seja formalzado”, destacou a liga por meio de um comunicado.

O comitê encarregado de escolher um substituto inclui Bruce Buck (presidente do Chelsea), Susan Whelan (CEO do Leicester City), Mike Garlick (presidente do Burnley), Claudia Arney (presidente interina da Premier League) e Kevin Beeston (diretor da liga).

Dinnage era presidente global do canal Animal Planet, pertencente à Discovery, desde 2009. Antes de entrar na Discovery, ela ocupou diversos cargos seniores, incluindo mais de dez anos no Channel Five, sendo fundamental no lançamento da rede e suas extensões digitais. Antes disso, passou pela MTV Networks, trabalhando no lançamento de vários canais da MTV e VH1.