Indústria

Roland Garros ratifica foco no Brasil e lançará aplicativo exclusivo

Plataforma transmitirá jogos, coletivas de imprensa e sorteios das chaves

31 jan, 2019

Não há como negar que, desde 1997, o torneio de Roland Garros se tornou o mais querido dos brasileiros em todo o circuito mundial de tênis. Foi naquele ano que, pela primeira vez na história, Gustavo Kuerten se tornou o primeiro brasileiro a levantar um troféu de simples em um Grand Slam. Em seguida, vieram outros dois títulos do jogador.

Agora, dando mais um passo para estreitar a relação com o público brasileiro, Roland Garros lançará em abril um aplicativo desenvolvido especialmente para o Brasil. Além de conteúdos exclusivos com direito a todas as coletivas e sorteios das chaves, o usuário poderá escolher quais partidas do torneio quer assistir ao vivo, sempre com a opção de poder ver depois.

Serão dois tipos de assinatura disponíveis: o pacote do torneio, que trará conteúdos antes mesmo do início do Grand Slam, marcado para maio; e o Day pass, um dia para aproveitar todos os conteúdos do app e assistir as partidas do dia ao vivo.

Ao todo, serão 836 partidas, contemplando todas as categorias do torneio, do qualifying até a final, envolvendo as disputas masculinas, femininas, duplas e duplas mistas, legends, juniores e cadeirantes.

Em março do ano passado, o torneio já havia lançado uma página no Facebook em português. A intenção é ter uma interação cada vez maior com o público brasileiro, oferecendo conteúdo e experiências que antes só podiam ser lidos em outras línguas.

No Brasil, desde 2013, o detentor dos direitos exclusivos de transmissão para o país é o BandSports, que renovou o contrato no final do ano passado e manterá Roland Garros na grade pelo menos até 2020.