Indústria

Clubes aprovam VAR, mas rejeitam limite de troca de técnicos

CBF apresentou durante a semana propostas para valorizar o Brasileirão

23 fev, 2019

Conforme o MKTEsportivo destacou, a CBF apresentou aos clubes algumas propostas para valorizar o Brasileirão. A principal medida, a implementação do VAR, foi aceita. As equipes, que aceitarão pagar pela mão de obra pelo árbitro de vídeo, no entanto, recusaram o limite para trocas de técnicos.




A proposta visava um melhor planejamento entre os clubes, com o limite de apenas uma troca de técnico ao longo do torneio. A maioria das equipes não aceitou. Por outro lado, o VAR foi aprovado por unanimidade.

Outra medida alterada foi o limite de inscrições de jogadores. A CBF desejava que os clubes usassem no máximo 40 atletas, mas as equipes aumentaram o número para 45, com a entrada do sub-20.

Outro ponto que virou pauta foi a disputa da Supercopa do Brasil, um duelo único entre o campeão brasileiro e o campeão da Copa do Brasil, no início de cada temporada.