Indústria

SAD propõe venda da Benfica Estádio e da Benfica TV

Braço de investimentos do atual presidente deve assumir a gestão dos ativos do clube

26 fev, 2019

A Benfica SAD convocou uma reunião com os seus acionistas para o próximo dia 15 de março que terá como objetivo obter a aprovação da venda da Benfica Estádio, braço responsável por controlar o estádio da Luz, e da Benfica TV à Benfica SGPS. O acordo girará em torno de € 99.2 milhões.

A SAD afirma que o montante “está dentro da faixa de valor justo das respectivas participações, de acordo com as avaliações independentes obtidas, e que se aproxima dos valores contábeis”. De sua parte, o Benfica acredita que a negociação fará com que ele se concentre apenas em obter sucesso dentro de campo, deixando a gestão dos seus ativos para um braço “independente”.

A SGPS é a frente de investimento através do qual o presidente do clube, Luis Filipe Ferreira Vieira, e um membro do conselho controlam 23.65% do Benfica. Se o negócio for aprovado, o pagamento será feito durante um prazo de 25 anos, embora os compradores tenham a opção de fazer pagamentos antecipados.

“Com a realização desta operação, a empresa deixará de realizar as atividades de gestão de espaços esportivos e de gestão de um canal de comunicação que vem sendo desenvolvido indiretamente, dedicando-se exclusivamente à atividade esportiva do futebol profissional, que é a razão da sua existência, além de contribuir com todos os seus recursos econômicos e humanos para esta atividade, a fim de alcançar melhores resultados esportivos no âmbito nacional e internacional”, concluiu a equipe por meio de um comunicado.