Streaming

DAZN estreia na Espanha com WTA, Premier League e MotoGP

Plataforma de streaming chegou ao país com direitos exclusivos e novos profissionais

7 mar, 2019

Em novembro, a DAZN anunciou que chegaria ao mercado espanhol com os direitos exclusivos de transmissão da MotoGP como sua principal oferta de entrada. Com estreia marcada para este mês, a plataforma de streaming já havia adiantado que passará a exibir a Euroliga de basquete e a Premier League a partir do segundo semestre. Não bastasse tamanho investimento, ainda contará com Marc Márquez, pentacampeão da MotoGP nos anos de 2013, 2014, 2016, 2017 e 2018 como embaixador até o final de 2021.

Leia também: DAZN fecha com Desimpedidos para crescer no Brasil

Agora, dando mais um passo que demonstra o forte interesse de crescer no país, a DAZN oficializou que transmitirá com exclusividade a WTA na Espanha. Até então, os direitos estavam sob o comando da TVE (Teledeporte). Com o acordo, a plataforma oferecerá aos fãs de tênis torneios como os ATP’s de Indian Wells, Miami, Madrid e Pequim, além do WTA Finals, disputado ao final de cada temporada. Sobre os grand slams, a Eurosport mantém os direitos de Roland Garros e do US Open, enquanto Wimbledon continuará na grade da Movistar +.

Neymar e Mourinho são os novos embaixadores da DAZN

A Espanha rapidamente se tornou um mercado importante na Europa para a plataforma de streaming em seu objetivo de expansão que já fez com que chegasse aos Estados Unidos, Itália e Brasil. Prova disso, é que recentemente a DAZN anunciou que Veronica Diquattro assumiria a vice-presidência executiva da companhia no país. A profissional ocupou o mesmo cargo durante um ano na chegada do serviço à Itália e foi diretora de marketing do Spotify para o sul e leste da Europa. Já para sua expansão global, Ben King, ex-Apple, foi contratado em fevereiro para assumir o posto de vice-presidência de distribuição e desenvolvimento de negócios.

Rede Tv transmitirá Sul-Americana em parceria com a DAZN

“Damos fãs o que eles querem: acesso acessível e flexível ao esporte que amam. Temos o prazer de fazer parceria com esses detentores de direitos progressistas para nos lançarmos em outro grande mercado europeu e esperamos revelar mais um esporte de primeira classe antes de irmos ao ar em 2019”, afirmou à época Simon Denyer, CEO da DAZN.