Indústria

Klopp ataca a final da Liga Europa no Azerbaijão e chama UEFA de “irresponsável”

Técnico do Liverpool saiu em defesa de Arsenal e Chelsea ao citar a decisão da entidade de levar a final para Baku

13 maio, 2019

“Irresponsável”. Foi com esta palavra que Jürgen Klopp se referiu a UEFA após diversos torcedores se mostrarem indignados com os preços das passagens e dos ingressos para as finais da Champions League e Europa League, que terão apenas clubes ingleses.

Enquanto a primeira será realiza no dia 1º de junho, em Madrid, a outra decisão ocorrerá no próximo 29 de maio, em Baku. Neste segundo caso, os torcedores de Arsenal e Chelsea terão de planejar uma viagem de nove mil quilômetros de ida e volta até a capital do Azerbaijão.

“Os caras (da Uefa) que decidem o local das finais, eu não sei o que eles têm na cabeça. Baku, eu nem sei como chegar lá, nem sei se há voos diretos para este destino”, bradou o técnico alemão que saiu em defesa dos seus “rivais”. De fato, não há voo direto de Londres para Baku previsto para a semana anterior à final da Liga Europa.

“Essas decisões precisam ser mais bem pensadas. Eles precisam mostrar mais consideração com os torcedores quando escolhem as cidades que receberão as finais. É irresponsável, não sei como fazem isso”, completou Klopp.

Outra reclamação de Arsenal e Chelsea baseia-se na carga de ingressos que a Uefa reservou aos finalistas. Serão apenas seis mil entradas para cada clube classificado à final da Liga Europa. O estádio Olímpico de Baku tem capacidade para 68.700 espectadores.

O Arsenal acredita que seus torcedores terão de desembolsar mais de mil euros para ir e voltar de Baku, além de custos com hotel e ingresso. Já os torcedores de Liverpool e Tottenham, que terão mais facilidade para sair da Inglaterra e desembarcar em Madrid, reclamaram dos preços das passagens, hotéis e dos ingressos, que aumentaram bruscamente.

“Nossa felicidade de chegar à final foi ofuscada pelo preço da viagem, do alojamento e dos ingressos. Os preços dos voos para Madri e para as cidades próximas aumentaram em 840%. Os preços de quartos de hotéis estão custando mais de 1.100 euros por noite e os ingressos para o jogo custam mais de 600 euros. Isso é extorsão. É preciso transparência da Uefa e por parte de nossos clubes sobre a maneira como os preços dos ingressos são decididos e como estes são distribuídos”, criticaram os torcedores dos dois clubes em nota conjunta.