Indústria

Em comercial inspirador, Nike ativa Copa do Mundo feminina

Mundial da categoria está tendo um status inédito nesta edição

3 jun, 2019

Após lançar um comercial focado no mercado brasileiro que tem como protagonista a atacante Andressa Alves, a Nike apresentou sua campanha global para ativar a Copa do Mundo Feminina, que terá início nesta sexta-feira (7). A marca americana, fornecedora de material esportivo de 14 das 24 seleções participantes, dá continuidade na série “Dream“, lançada em fevereiro que teve como garota-propaganda inicial a tenista Serena Williams.




O vídeo traz Makena Cooke, uma norte-americana de dez anos que joga futebol na Califórnia, como mascote entrando em campo ao lado de Lieke Martens, da Holanda, durante uma partida contra a Nigéria. No desenrolar dos fatos, Cooke aparece dentro de campo ao lado de outras feras da modalidade, como Andressa Alves e a australiana Sam Kerr, além da ex-jogadora inglesa Alex Scott no papel de técnica do Barcelona. Do clube catalão, destaque para as rápidas aparições de Philippe Coutinho e Gerard Piqué.

A Copa do Mundo de Futebol Feminino está tendo um status inédito. Em comparação às edições anteriores, esta edição tem sido muito enaltecida pela mídia e patrocinadores. A própria Nike, por exemplo, fez um evento na França, país-sede da competição, para exibir os uniformes das 14 nações que patrocina. Essa foi a primeira vez que a empresa fez uniformes exclusivamente para as mulheres na disputa do Mundial, com a ajuda de atletas no desenvolvimento do material. A camisa da seleção brasileira, por sinal, contará com a inscrição “Mulheres Guerreiras do Brasil”.

Já há cerca de duas semanas, o Guaraná Antarctica divulgou uma campanha em que, pela primeira vez, utilizou apenas jogadoras da seleção brasileira feminina. A marca de refrigerantes produziu um ensaio fotográfico com Cristiane, Andressinha e Fabi. Além disso, o Guaraná ainda usou a campanha para provocar outras empresas, lançando um desafio para que aderissem à equipe. A resposta foi imediata e a agência de publicidade Almap BBDO, além de quatro marcas (Boticário, DMCard, GOL e Lay’s), aceitaram a convocação feita pelo Guaraná Antarctica e se tornaram as primeiras a entrarem no movimento de apoio à modalidade.