Patrocínio

LeBron, Drake e Serena Williams: os aliados da Nike para fechar com o Liverpool

Financeiramente menor, proposta da marca americana foca no uso de embaixadores para promover patrocínio

30 set, 2019

A novela envolvendo o fornecimento de material esportivo do Liverpool ganha um novo capitulo a cada dia. Se inicialmente os Reds afirmaram que a possível mudança para a Nike se dava por conta de uma proposta melhor e pelo trabalho de marketing desenvolvido pela americana, parece que há uma meia verdade.

Inicialmente foi divulgado que a proposta seria de £ 70 milhoes por ano. Agora, a imprensa britânica destaca que, na verdade, a Nike está disposta a pagar £ 30 milhões anuais, £ 15 milhões a menos do montante pago pela New Balance (£ 45 milhões). No entanto, o Liverpool está seduzido por uma promessa feita pelo swoosh: de que LeBron James, sócio minoritário do clube, o cantor Drake e a tenista Serena Williams seriam utilizados para promover os uniformes lançados.

Além disso, a proposta da Nike consta 20% sobre as vendas líquidas de todos os produtos licenciados. Por último, a companhia ainda teria garantido dobrar a quantidade de lugares em que os uniformes do Liverpool chegariam com relação aos locais em que chegam atualmente com a New Balance. O número saltaria de 3 mil para 6 mil.

Se confirmado o valor, independente da força de comunicação proposta, o Liverpool ficaria muito atrás do patrocínio Manchester United-Adidas (£ 75 milhões), e dos acordos da mesma Nike com Chelsea e o Tottenham (£ 50 milhões).

Como o MKTEsportivo destacou, a New Balance não quer perder seu contrato mais lucrativo dentro do futebol, afinal se trata do atual campeão da Champions League e líder da Premier League. Por este motivo, a marca entrou com processo no Tribunal Superior do Reino Unido contra o clube, alegando que uma cláusula no atual contrato garante a ela o direito de cobrir qualquer oferta concorrente até maio de 2020, dois meses antes do término do acordo que está vigente. Por outro lado, o Liverpool insiste que não existe esse tipo de cláusula.

Enquanto a Nike ainda não se posicionou sobre o caso, a New Balance tem se mostrado confiante, pois já teria inclusive projetado e criado os três uniformes dos Reds para a temporada 2020/2021.