Patrocínio

Quanto as equipes da NFL podem arrecadar com patrocínio na camisa?

Levantamento da Navigate Research acredita que times populares podem alcançar US$ 25 milhões por temporada

5 set, 2019

Já está no radar da NFL a possibilidade futura de liberar o patrocínio nas camisas das 32 equipes da liga. Na iminência de seguir os passos da Major League Soccer e NBA, este fluxo de receita adicional estaria muito distante do que hoje é amealhado, por exemplo, com merchandising, direitos de transmissão e bilheteria.

Mas afinal, quanto as franquias poderão arrecadar caso estejam livres para negociar um espaço nos seus uniformes? De acordo com estimativas fornecidas pela Navigate Research, aqueles mais populares e presentes em mercados maiores, como o New England Patriots, Dallas Cowboys e o New York Giants, podem alcançar US$ 25 milhões por ano. Já para times de regiões menores, como o Jacksonville Jaguars, Detroit Lions e Cincinnati Bengals, o valor diminuiria para US$ 4 milhões por temporada. No geral, a média de investimento ficaria na casa dos US$ 9 milhões, taxa 20% superior em relação aos acordos firmados na NBA.

Para o presidente da Navigate Research, Jeff Nelson, será uma decisão difícil para NFL, já que cada franquia recebe US$ 200 milhões por ano como parte da distribuição de receita da liga pelas vendas de direitos de mídia. Dado o “baixo” valor em relação as demais fontes de receita, a inserção de uma marca nos uniformes pode encontrar barreiras neste sentido. Hoje, não há pressão para esta liberação.

Enquanto a NFL analisa o cenário, a Major League Baseball pode ser a próxima a seguir os passos da NBA e Major League Soccer. No caso da liga de basquete, a liberação de aportes nos uniformes representou um incremento médio de receita de US$ 7 milhões por franquia. Para a MLB, estima-se que os acordos possam variar de US$ 6 a US $ 8 milhões, com equipes mais populares obtendo um valor ainda maior.