Indústria

Sporting troca listra da camisa em apoio à Amazônia

Faixa escura, em alusão a fuligem, figurou como forma de alertar para a triste situação da região

2 set, 2019

À exemplo de diversos clubes e atletas no Brasil e no mundo, o Sporting não ficou indiferente aos tristes casos de incêndio envolvendo a Amazônia. No último sábado (31), por ocasião do jogo contra o Rio Ave, o time entrou em campo com um detalhe diferente em seu uniforme. Uma das listras verdes de sua camisa foi substituída por uma cor escura, em alusão a fuligem, como forma de alertar para a situação catastrófica da região. A hashtag #TodosPelaAmazonia estampou o espaço.

“O verde da Amazônia, o pulmão do nosso planeta, está sob ameaça, cada vez mais cinzento… Mas este não é o momento para falar de cores, clubes, países ou ideais. Agora é tempo de agir. Por isso e para que no futuro este não seja um problema de todos, o Sporting irá agir e demostrar o que sente já neste sábado no jogo frente ao Rio Ave”, publicou o Leão em suas redes sociais.

Após a partida, as peças foram disponibilizadas na loja oficial do Sporting com a renda revertida para o Fundo Floresta Amazônica, projeto que tem como objetivo fomentar iniciativas que combatam o desmatamento na floresta por meio de doações de países e empresas. O fundo existe desde 2008.