Patrocínio

Liverpool vence New Balance no tribunal e deve oficializar Nike

Tribunal Comercial de Londres deu parecer favorável ao novo acordo e atual parceira deixará o clube em junho de 2020

25 out, 2019

O Liverpool acaba de vencer a queda de braço judicial contra a New Balance e vestirá Nike a partir da próxima temporada. Os Reds alegaram que a cláusula da atual parceira de igualar qualquer proposta para renovar o vinculo automaticamente não tinha sido ativada. Tal argumento foi prontamente aceito pelo Tribunal Comercial de Londres.

Ciente da proposta do swoosh, a New Balance fez uma contra-proposta que, segundo ela, era igual a da Nike. No entanto, segundo o juiz, ficou comprovado que o Liverpool lucrará mais com o contrato já assinado com a nova parceira. De acordo com o britânico Athletic, o clube inglês pode embolsar até £ 70 milhões por temporada (um aumento de £ 25 milhões em relação ao atual contrato).




A polêmica começou a se desenhar em abril, quando as especulações sobre a chegada da Nike ao Liverpool começaram. Já em agosto, os valores foram divulgados e colocavam os Reds na primeira prateleira da Premier League em fornecimento de material esportivo. Diante da repercussão, a New Balance tratou de se proteger e tentar a renovação automática igualando a oferta.

Desta maneira, a Nike está pronta para assumir a camisa do Liverpool a partir da temporada 2020/2021. O clube escolheu a gigante americana não somente pelo valor oferecido, mas também por conta da rede de distribuição global e de uma maior presença nos principais mercado da marca em relação à concorrente.