Indústria

Louisville estreia na liga de futebol feminino dos EUA em 2021

Equipe mandará seus jogos no Lynn Family Stadium, estádio com capacidade para 14 mil pessoas

24 out, 2019

A NWSL, liga de futebol feminino dos Estados Unidos, anunciou esta semana a entrada de uma franquia de Louisville a partir de 2021. O novo time será o 10º a fazer parte do torneio.

Com o anúncio, a cidade voltará a ter uma franquia em uma primeira divisão de uma liga do país após 45 anos. A nova equipe é gerida pela Soccer Holdings LLC, mesmo grupo que administra o Louisville City FC, time que disputa a United Soccer League (USL).

“Como proprietário, tivemos a chance de ingressar nesta liga emocionante. A NWSL está crescendo, e esta é uma decisão comercial sólida, à medida que estamos concluindo o novo estádio exclusivo de futebol e vamos expandir o setor de entretenimento ao redor dele”, disse John Neace, presidente da Soccer Holdings LLC.

O time de futebol feminino de Louisville mandará seus jogos no Lynn Family Stadium, estádio para 14 mil pessoas que está sendo construído e ficará pronto no início de 2020. O Louisville City FC também usará o local como casa.

“Estamos muito animados para receber John Neace e o Louisville City FC na NWSL. Com a crescente base de fãs apaixonada do clube, juntamente com seu forte grupo de proprietários e seu investimento significativo em um estádio específico de futebol no centro da cidade, estamos entusiasmados para trazer o mais alto nível de futebol profissional feminino para Louisville”, completou Amanda Duffy, presidente da liga.

A Soccer Holdings LLC ainda anunciou que divulgará toda a identidade da equipe ainda este ano. O Atlanta United, que atua na MLS desde 2014, e o Sacramento Republic FC, que acabou de ser confirmado na liga masculina em 2022, já demonstraram interesse em criar um time feminino para jogar a NWSL.

Além dos dois times americanos, ainda há o interesse do espanhol Barcelona e do francês Lyon de terem times na liga de futebol feminino dos EUA.