Indústria

Por melhores práticas nas entidades, Rating Integra apresenta primeiros resultados

Ele é a principal ferramenta de avaliação do grau de governança, integridade e transparência na gestão das entidades esportivas do país

24 out, 2019

Lançado em 2015, o Pacto Pelo Esporte é um acordo voluntário entre empresas patrocinadoras do esporte nacional, que define regras e mecanismos nas relações entre investidores e entidades esportivas. Tudo em prol de uma gestão mais eficiente. Há quatro anos, os 20 primeiros signatários do Pacto apresentaram uma lista de dez itens que precisariam fazer parte do dia a dia das entidades esportivas para, no ano que vem, elas terem patrocínio dessas marcas.

Agora, prestes a entrarmos em 2020, para que as participantes possam fazer investimentos no esporte, as entidades precisam se cadastrar e fazer parte do Rating Integra, uma iniciativa da Atletas pelo Brasil, Comitê Olímpico do Brasil (COB), Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Instituto Ethos e do Pacto pelo Esporte, cujo objetivo é avaliar a maturidade das entidades e instrumentalizá-las a fim de aprimorar os sistemas de governança, integridade e ampliar a transparência.

Esta é a primeira iniciativa de medição de governança e integridade voltado para instituições desportivas atuantes no Brasil, desenhado com sua participação e experiência, em parceria com empresas. Constitui também uma ferramenta aos financiadores do esporte, que têm nele um parâmetro claro para avaliar e reconhecer o comprometimento das instituições patrocinadas com melhorias contínuas.

“Tivemos um primeiro ano de muitos aprendizados e ajustes, como era de se esperar para uma ferramenta tão importante. É com muita satisfação que apresentamos hoje essa primeira fotografia do cenário esportivo nacional, já com a certeza de que no próximo ano teremos muito mais entidades aderindo ao Rating Integra. Trata-se de um esforço de longo prazo para melhorar o esporte no Brasil e para isso é preciso o envolvimento de todos”, disse Daniela Castro, diretora executiva do Pacto Pelo Esporte.

Dentre as 26 entidades que participaram do primeiro ciclo do Rating Integra, 46% são de pequeno porte, 27% de médio porte, 8% grande e 19% micro. 69% delas estão localizadas na região sudeste, 12% na Centro Oeste, 11% na região Sul, enquanto as regiões Norte e Nordeste tiveram cada uma 4% das entidades avaliadas. Em uma escala de 0 a 10, a melhor nota foi 8,7 e a menor 2,4, com média geral de 4,65. Os cinco mais bem avaliados do Rating foram entidades pequenas: as confederações brasileiras de Vela, Badminton, Desportos na Neve e Tênis de Mesa e a Associação Nacional de Desporto para Deficientes.

Com o condicionante de manter o patrocínio apenas se for avaliado pelo Rating, no segundo ciclo, lançado na quarta-feira (23), ele continuará servindo como referência para as empresas patrocinadoras no futuro, visando aumentar o investimento no setor, além de trazer mais transparência e eficácia para as entidades.

O Pacto pelo Esporte conta atualmente com AccorHotels, Aché, Algar, Asics, Banco do Brasil, Bradesco, BRF, BR Sports, Carrefour, Centauro, Cielo, Correios, Decathlon, EDP, Elemidia, Estácio, EY, Globo, Itaú, Johnson & Johnson, Latam, Mastercard, McDonald’s, Passarelli, P&G, Quantum Smartphones, Santander, Sky, Somos Educação, Visa e Vivo.