Patrocínio

Reviravolta? Inter de Milão negocia permanência da Pirelli no espaço máster

Com futuro da parceria incerto até então, clube negocia com marca de pneus permanência para depois de 2021

28 out, 2019

Reviravolta no patrocínio máster da Inter de Milão? Segundo o Corriere dello Sport, o clube está em negociações com a Pirelli para seguir com a marca de pneus após 2021, ano que expira o atual contrato. As partes estão juntas desde 1995/96.

De acordo com o jornal italiano, a Inter busca um fixo de € 25 milhões, chegando até € 30 milhões com bônus por desempenho. Há, por enquanto, uma incompatibilidade no que a marca deseja pagar e o que o clube almeja para o futuro.

No mês passado, a especulação era de que o grupo imobiliário chinês Evergrande iria elevar substancialmente o valor em relação ao atual pago pela Pirelli e assumir o uniforme. A informação, repercutida pelo italiano Gazzetta dello Sport e pelo chinês Titan Sports, destacou que o contrato seria de € 100 milhões, mas colocava em dúvida se envolveria exposição na camisa.

O movimento estaria em sinergia com o desejo de Zhang Jindong, proprietário do time, de elevar as receitas e adequar-se ao momento do mercado europeu. Atualmente, a Inter embolsa € 10.5 milhões por ano da Pirelli, bem distante dos demais clubes que estão no primeiro escalão do continente.

Evergrande está no futebol desde 2010, quando adquiriu o atual Guangzhou Evergrande, comandado pelo ex-zagueiro Fabio Cannavaro. No passado, o promotor imobiliário trabalhou em estreita colaboração com a empresa de Jindong, Suning Holdings Group, que adquiriu uma participação majoritária na Inter por € 270 milhões em junho de 2016.

A busca da Inter por um novo contrato de patrocínio de camisa segue a notícia de que eles devem anunciar receitas recorde de mais de € 400 milhões no período fiscal até julho de 2019.