Patrocínio

Red Bull renova acordo com motores Honda até 2021 na F1

Acordo, que também engloba a Toro Rosso, garante permanência da equipe na principal categoria do automobilismo após 2020

27 nov, 2019

A Red Bull oficializou a renovação do seu contrato com a Honda para o fornecimento de motores na Fórmula 1 até 2021. Com a extensão, que também engloba a Toro Rosso, a equipe garante permanência na principal categoria do automobilismo mundial após 2020. Neste momento, por divergências, Ferrari e Mercedes ainda não garantiram presença.

A dupla cogita deixar a F1 se a Liberty Media aplicar, a partir de 2021, um novo conjunto de regras técnicas e limite de gastos destinados a tornar a F1 mais equilibrada. As equipes em geral ainda negociam novos termos comerciais com a Liberty Media sobre distribuição de prêmios e divisão mais justa das receitas.

Sobre a parceria, Red Bull e Honda iniciaram a aliança neste ano. A montadora japonesa voltou à categoria em parceria com a McLaren em 2015, mas registrou sucessivas péssimas temporadas.

No ano passado, optou por fechar com a Toro Rosso e teve um desempenho considerado satisfatório, o que resultou em um acordo com a equipe principal da marca de bebidas energéticas austríaca.