Indústria

Por competitividade, NBA estuda novo modelo para disputa de finais

Ideia é tornar a fase inicial mais atrativa e aumentar a imprevisibilidade de qual time pode ganhar a temporada

Por competitividade, NBA estuda novo modelo para disputa de finais

27 de dezembro de 2019

2 minutos de Leitura

Passado o badalado Christmas Day, a NBA agora estuda mudar o formato de disputa da fase de playoffs. A possível mudança visa tornar a fase inicial mais atrativa e fazer com que aumente a imprevisibilidade de qual equipe pode vencer a temporada.

De acordo com a ESPN americana, uma circular foi distribuída aos times com a proposta de fazer com que os 16 classificados para a fase final não sejam mais divididos por conferência, mas conforme sua posição na tabela de classificação da temporada regular. Essa mudança faria com que as franquias não precisassem apenas garantir uma boa colocação dentro de sua conferência, mas também no geral.

Na proposta, ainda é prevista a redução de 82 para 78 jogos na primeira fase da competição e, ainda, a criação de um mini-torneio no meio da temporada, à exemplo do que acontece na NCAA, liga de basquete universitária dos EUA.

Desde a temporada passado que Adam Silver, comissário da NBA, tem declarado que é preciso repensar a quantidade de jogos da primeira fase da NBA e, principalmente, a atratividade deles para veículos de mídia e torcedores.

Todas essas ideias precisam passar por uma votação, ainda sem data definida. As equipes precisam aprovar as propostas da liga para então elas serem colocadas em prática.

Compartilhe