Indústria

Por US$ 113 milhões, Riot Games vende Mundial de League of Legends na China

Esta será a primeira vez que um evento de e-Sports tem os direitos de mídia licenciados no país asiático

5 dez, 2019

A Riot Games anunciou um acordo com a plataforma chinesa de entretenimento on-line Bilibili para transmissão exclusiva do Mundial de League of Legends (LoL) pelos próximos três anos. De acordo com o Beijing News, o negócio tem o valor recorde de US$ 113 milhões e vale para todo o território chinês.

Em 2020, o Mundial de LoL voltará a ser disputado na China. Como o torneio precisa de espaços que comportem um grande número de espectadores, em 2020 ele terá como uma das sedes o estádio do Shanghai SIPG FC, atual campeão da Super Liga Chinesa (CSL) de futebol, que tem capacidade para 56 mil pessoas e fica em Xangai.

Esta será a primeira vez que um evento de e-Sports tem os direitos de mídia licenciados no país asiático. Para tal, a Bilibili venceu a concorrência de outras plataformas, como Douyu, Huya e Kuaishou.A Bilibili também é dona da equipe chinesa Bilibili Gaming e da Hangzhou Spark, que atua na Overwatch League (OWL).