Indústria

Atlético de Madrid ratifica estratégia de internacionalização e terá time canadense

Clube disputará a primeira divisão do futebol do país, que passará a ter oito times participantes

30 jan, 2020

A Canadian Premier League (CPL) anunciou que o Atlético de Madrid terá uma equipe no futebol canadense. Ainda sem nome definido, o time disputará a primeira divisão do futebol do país, que passará a ter oito times participantes.

Na semana passada, a imprensa espanhola destacou que o Atleti estava prestes a comprar o Ottawa Fury FC, equipe canadense que pediu falência em 2019. Com o anúncio desta quarta-feira (30), esta negociação ficou indefinida.

“Estamos muito animados em lançar um clube com uma das marcas de futebol mais emblemáticas e bem-sucedidas do mundo no futebol canadense. Esperamos que eles entrem em campo com tudo para a temporada Canadian Premier League em 2020”, disse David Clanachan, comissário da CPL.

“Estamos muito satisfeitos por fazer parte de um projeto tão empolgante em um país incrível. Gostaríamos de trazer nossa experiência para uma liga muito forte e estruturada, e trabalharemos em conjunto com a CPL e o resto dos clubes para contribuir com o crescimento do futebol canadense. Queremos que os torcedores de Ottawa sintam-se orgulhosos de pertencer à família do Atlético de Madrid, para que possamos começar a compartilhar nossos valores com eles”, comentou Miguel Ángel Gil Marín, presidente-executivo do Atlético de Madrid.

Se o nome ainda não foi escolhido, outros detalhes já são de conhecimento público, como por exemplo, o estádio que a equipe mandará seus jogos. O TD Place Stadium, que tem capacidade para 24 mil espectadores, era a casa que o Ottawa Fury FC atuava. O local também abriga o Ottawa Redblacks, que disputa a Liga Canadense de Futebol Americano (CFL).

Além disso, o Atlético contratou o empresário Jeff Hunt, proprietário dos Redblacks e também do Ottawa 67’s, que disputa a Ontario Hockey League (OHL). O executivo será um parceiro estratégico de equipamentos do clube espanhol em terras canadenses.

Com a novidade, os rojiblancos seguem em sua estratégia de internacionalização de marca. Em 2017, o clube espanhol comprou 61% das ações do mexicano San Luis (Atlético San Luis), que atualmente joga na Liga MX.