Patrocínio

Flamengo deve anunciar a petroquímica Total como nova patrocinadora

O acordo será válido por dois anos e renderá ao clube carioca cerca de R$ 12 milhões

13 jan, 2020

O Flamengo terá, em breve, um novo patrocinador. O Conselho Deliberativo do clube votará, na quarta-feira (15), a proposta da Total, empresa petroquímica de origem francesa. O acordo, se aprovado, será válido por dois anos e renderá ao Fla cerca de R$ 12 milhões.

Pelo contrato, a marca da empresa ficará estampada na barra traseira da camisa do Flamengo, em espaço que era ocupado até o ano passado pelo consórcio Multimarcas, que deixou o clube e migrou para o Atlético-MG a partir dessa temporada.

O acerto com a Total representa a volta de uma marca do setor petrolífero ao clube após uma década. Por aproximadamente 25 anos, o Flamengo foi patrocinado pela Petrobras. Já em 2009, foi a vez de firmar um acordo pontual com a rede de postos Ale que figurou na camisa na conquista do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Para 2020, além da Total na barra da camisa, o Flamengo tem acordos com banco BS2 (máster), MRV Engenharia (costas), Sportsbet.io (ombro), Azeite Royal (calção), TIM (número da camisa) e Orthopride (meião). Com a saída da Buser na última temporada, a manga é a única propriedade que encontra-se disponível.