Com academias fechadas, Smart Fit cria plataforma de treino em casa

Exercícios de musculação, hipertrofia, emagrecimento e funcionais já estão disponíveis

março 19, 2020

A rede de academias Smart Fit decidiu fechar todas as suas unidades por pelo menos 15 dias por conta do avanço da pandemia do coronavírus. Para não deixar “na mão” os seus cerca de 2,8 milhões de clientes, a empresa criou aulas on-line gratuitas para atender ao público e ampliar a força da marca.

De acordo com a rede de academiais, exercícios de musculação, hipertrofia, emagrecimento e funcionais já estão disponíveis desde a última terça-feira (17) na plataforma criada especificamente para a atual situação. A cada semana, serão lançadas novas aulas para diferentes objetivos: musculação, hipertrofia, emagrecimento, corrida, ioga, funcional e alongamento.

“Queremos dar opções para que todos tenham como se movimentar e cuidar da saúde. Por isso, os professores da Smart Fit se uniram, em diversos países, para criar uma plataforma gratuita repleta de treinos”, disse Edgard Corona, presidente do grupo.

“Levar mais alternativas de treino para nossos clientes, para que todos possam treinar, não importa onde, reforça o lema da marca que é democratizar o fitness de alto padrão. Precisamos criar opções para que o brasileiro continue se exercitando”, completou André Pezeta, vice-presidente da Smart Fit na América Latina.

“Os treinos remotos são muito importantes para que as pessoas mantenham sua saúde em dia. A atividade física e mental fortalece o sistema imunológico e isso ajuda a combater diversas patologias”, finalizou Luiz Carnevali, diretor técnico da Smart Fit no Brasil.

A iniciativa da Smart Fit contará com conteúdos da FitDance, maior comunidade digital de dança do mundo, e a Les Mills, marca especializada que oferece treinamentos em grupo, como o body combat. A plataforma atenderá os 12 países em que a Smart Fit está presente, com versões em português e espanhol.

Em São Paulo, o governador João Dória anunciou que academias de musculação deverão permanecer fechadas a partir do dia 23 de março. A suspensão permanece até o 30 de abril. O mesmo acontece no Espirito Santo, Minas Gerais e outros estados do país.