Streaming

Facebook ratifica novo posicionamento e fecha com MLS

Pelo acordo, rede social levará aos fãs os melhores momentos da liga, que por sua vez realizará uma “Watch Party” semanal em seu perfil

6 mar, 2020

Facebook e a Major League Soccer anunciaram, nesta quinta-feira (5), um acordo para a transmissão da liga americana de futebol dentro da rede social. A iniciativa ratifica o novo posicionamento adotado pela empresa de Mark Zuckerberg que agora parte para adquirir novos direitos focando, principalmente, na experiência do torcedor.

Pelo acordo, o Facebook levará aos fãs apenas os melhores momentos da MLS, que por sua vez realizará uma “Watch Party” semanal em seu perfil na rede social. Por fim, corroborando sua estratégia envolvendo comunidades, o Facebook promoverá grupos de pessoas para debater assuntos ligados à liga.

“A experiência inovadora do Facebook no Watch Party é o lugar perfeito para os fãs da Major League Soccer em todo o mundo trocarem opiniões e compartilharem sua paixão por nossos clubes e jogadores. Ficamos felizes em colaborar com o Facebook para fornecer momentos emocionantes de jogos e se envolver globalmente com os fãs da MLS”, comentou Chris Schlosser, vice-presidente de mídia da liga.

Com sua pioneira presença no Super Bowl 2020, o Facebook já havia começado a mudar seu posicionamento em relação à aquisição de direitos de transmissão no setor. Sem interesse em transmitir competições ao vivo a partir do seu próprio investimento, a rede social opta por levar experiência ao torcedor por meio de grupos de relacionamento. A Watch Party é prova disso.

O acordo com a MLS reforça exatamente esse novo posicionamento, que tem tido bastante sucesso no Brasil, por exemplo, com as transmissões do UFC e do surfe. A temporada 2020 da MLS começa neste final de semana com uma das maiores coberturas de mídia em seus 25 anos de história. Ao todo, 46 jogos da temporada serão transmitidos nas redes ABC, Fox, Univision e UniMás para os Estados Unidos, além de 8 partidas exibidas pela CTV, do Canadá