Indústria

NBA corta 20% no salário base dos seus principais executivos

Adam Silver e Mark Tatum, comissário e vice da entidade, serão afetados com a medida

NBA corta 20% no salário base dos seus principais executivos

27 de março de 2020

2 minutos de Leitura

A NBA adotou uma medida decorrente dos efeitos da pandemia que visa equilibrar suas contas diante da paralisação do seu calendário. De acordo com a ESPN americana, a liga vai impor a cerca de 100 de seus executivos com maiores ganhos salariais, uma diminuição de 20% no salário base. Adam Silver, comissário da entidade, e Mark Tatum, vice comissário, estão incluídos.

Por enquanto, não haverá cortes no restante da entidade e os cargos administrativos não serão afetados. Os benefícios de plano de saúde, por exemplo, foram mantidos 100%.

“Esses são tempos sem precedentes e, como outras empresas de todos os setores, precisamos tomar medidas de curto prazo para lidar com o duro impacto econômico em nossos negócios e organização”, disse Mike Bass, porta-voz da NBA em entrevista à ESPN americana.

O Philadelphia 76ers, que também estava disposto a cortar 20% dos salários de funcionários que ganhassem mais que US$ 50 mil, teve que voltar atrás após uma repercussão negativa internamente. A NHL, liga americana de hóquei, tomou medidas semelhantes nesta semana.

A NBA foi suspensa no dia 11 de março quando Rudy Gobert, jogador do Utah Jazz, testou positivo para a covid-19. Ele foi o primeiro jogador da liga a contrair o novo vírus.

Compartilhe