Futebol

CBF libera clubes e tenta acelerar retorno do futebol brasileiro

Data de 17 de maio sugerida pela entidade vai na contramão de ações da modalidade pelo mundo

29 abr, 2020

Após uma reunião virtual na terça-feira (28) entre representantes das federações estaduais e da CBF ficou pré-definido a data de 17 de maio como provável retorno dos Estaduais. Além disso, os clubes estão liberados para retomarem os treinamentos a partir de sexta-feira (1). A decisão deu autonomia às federações para que elas estudem com seus governos locais as chances de retomar os treinos e os jogos, que deverão seguir um protocolo de testagem por mais segurança.

Presidente da CBF, Rogério Caboclo fez questão de deixar claro que o dia 17 é uma sugestão e não uma imposição. Em São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, as medidas de distanciamento social são mais rígidas do que em outros estados.

A decisão da entidade brasileira vai na contramão do atual cenário do futebol europeu, continente este que a pandemia iniciou antes. Na França, a Ligue 1 decidiu cancelar a temporada 2019/2020 após o governo local proibir qualquer evento esportivo no país até o mês de setembro. Já na Holanda, a Federação Holandesa também cancelou a atual edição da Eredivisie. A atitude revoltou alguns clubes, mas no país a prática esportiva está proibida até o mês de setembro. Já a Bundesliga, que já havia marcado o dia 8 de maio como retorno, terá que adiar seus planos. Uma reunião que aconteceria entre dirigentes e representantes do governo, marcada para esta quinta-feira (30), foi postergada para o dia 6 de maio.

Por fim, há o desejo da Globo de diminuir o repasse aos clubes pelos próximos três meses, retornando com o investimento em julho.