Indústria

NBA e associação de atletas entram em acordo sobre salários durante pandemia

Reduções parciais de 25% serão feitas nos pagamentos partir 15 de maio

20 abr, 2020

A NBA e a Associação Nacional de Jogadores de Basquete (NBPA) anunciaram que chegaram a um acordo sobre a forma de remuneração/pagamento de salário dos atletas caso haja o cancelamento de jogos da temporada regular ou dos Playoffs da temporada 2019-2020 em função da pandemia da COVID-19.

Por meio deste contrato, e buscando definir um cronograma de redução gradual de salários dos jogadores, reduções parciais de 25% serão feitas nos pagamentos (o pagamento mensal é feito em duas partes, a cada 15 dias), a partir 15 de maio.

A CBA (Acordo de Negociação Coletiva) prevê que o pagamento de todos os jogadores da NBA pode ser reduzido em caso de ‘força maior’, como epidemias ou determinações do governo, de acordo com uma fórmula baseada no número de partidas canceladas.

Até aqui, a liga cogita reduzir o número de partidas dos playoffs, usar uma sede única e jogar com os ginásios fechados, apenas com a participação de atletas, comissão técnica e equipes de transmissão para disponibilizar o sinal em um site. Desta maneira, a NBA espera atender aos requisitos mínimos dos contratos de mídia para não ver os mesmos serem suspensos.