Futebol

Para Conmebol, decisão da Libertadores não sofrerá alteração de data

Para diretor da competição existem oito cenários traçados pela Conmebol que permitirão ao evento terminar na data prevista

21 abr, 2020

A final da Copa Libertadores de 2020 será no estádio do Maracanã em 21 de novembro. Em entrevista ao Jornal “O Globo”, Fred Nantes, diretor da competição, disse que ainda não há previsão de retorno da competição, mas que já existem oito cenários traçados pela Conmebol que permitirão ao evento terminar na data prevista.

“Queremos dar tranquilidade aos clubes de que vamos continuar a Libertadores e vamos terminá-la. Temos tempo para isso. Só não vamos dar prazo agora porque o tema é complexo. Temos que esperar dez países funcionarem. Quando acabarem as restrições, no dia seguinte vamos recomeçar”, disse o executivo ao “O Globo”.

Segundo Fred Nantes, a confiança de que a competição será finalizada está no fato de que são poucas as datas necessárias para encerrá-la: são apenas dez rodadas que precisam ser realizadas para que a Liberta seja concretizada.

“Precisamos de dez datas para terminar a Libertadores. Dizer que ela não vai ocorrer é precipitado. Isso vale também para a Copa Sul-Americana, que precisa de oito datas. É mais simples ainda”, completou o executivo, que destacou que os patrocínios da Libertadores não sofreram alteração com a paralisação dos jogos, o que permitiu à entidade antecipar cerca de 60% da verba para os participantes.

Por fim, Nantes ainda disse que qualquer atividade realizada pela Conmebol deverá seguir os protocolos que forem definidos pelos países que mandam os jogos.