Patrocínio

Ajinomoto segue tendência e prolonga apoio a atletas até 2021

Time Ajinomoto seguirá com o apoio da marca até o final do ciclo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos

13 maio, 2020

Depois da Visa e Toyota, a Ajinomoto é mais uma a anunciar que manterá o investimento nos embaixadores mesmo com o adiamento dos Jogos Olímpicos para 2021. Desta forma, o mais de 20 atletas olímpicos e paralímpicos que fazem parte do Time Ajinomoto seguirão com o apoio até o final do ciclo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, que foram adiados devido à pandemia do novo coronavírus.

Leia também: Japão prevê custo adicional de US$ 3 bilhões por Jogos Olímpicos em 2021

Leia também: COI “acalma” parceiros e garante extensão de patrocínios de Tóquio para 2021

“Nós fazemos questão de ressaltar que o Projeto Vitória não é só sobre conquistas, mas também sobre perseverança, superação e amor ao esporte. E esse é um momento importante para reforçarmos esse compromisso”, disse a gerente de Comunicação da Ajinomoto do Brasil, Priscila Santana.

Para a empresa, o fundamental é contribuir com a sociedade e oferecer um pouco mais de tranquilidade aos atletas que, desde o início da pandemia de Covid-19, têm sido forçados a lidar com adversidades e incertezas.

“Valorizamos os anos de treino, esforço e dedicação dos atletas, acreditamos no potencial de cada um e estamos certos de que o melhor ainda está por vir”, completou Priscila.

O Time Ajinomoto faz parte do Projeto Vitória, iniciativa criada pela empresa em 2003, no Japão, e que chegou no ano passado ao Brasil com o objetivo de contribuir para o fortalecimento do esporte nacional oferecendo suporte relativo à nutrição e aos benefícios da ingestão de aminoácidos por esportistas de alto rendimento. Ele conta com o ginasta Arthur Nory; Rafael Silva (Baby), do judô; Ana Marcela Cunha, da maratona aquática; Rosangela Santos, do atletismo; Valéria Kumizaki, do karatê e os paratletas Caio Pereira, do arremesso de peso, e Verônica Hipólito, do atletismo.

Em março do ano passado, a Ajinomoto já havia anunciado uma parceria oficial com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e, posteriormente, com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Os acordos serão válidos até dezembro de 2020. Além disso, a empresa é parceria da Federação Paulista de Judô desde 2015.