Patrocínio

ATP aproveita pausa e firma parceria com Coursera

Plataforma de educação oferecerá mais de 4 mil cursos aos tenistas profissionais

14 maio, 2020

O ATP aproveita o tempo que o calendário 2020 dos tênis encontra-se paralisado para firmar uma importante parceria com com a Coursera, plataforma de educação online referência mundial.

Pelo acordo, a empresa irá oferecer acesso aos seus mais de 4 mil cursos aos tenistas, que poderão aproveitar o tempo livre entre os treinamentos para desenvolver o intelecto. De acordo com as partes, que não divulgaram o tempo da parceria, ela seguirá ativa mesmo quando a modalidade voltar ao normal, com os torneios e demais atividades. A ATP coloca o acordo com o objetivo principal de “proteger o bem-estar físico e mental dos jogadores”.

“Nossa parceria com a Coursera oferece aos jogadores a oportunidade de desenvolver novas habilidades e conhecimentos que serão úteis para eles pelo resto de suas vidas. Temos uma responsabilidade carinhosa em relação aos nossos jogadores e esta é uma excelente oportunidade para fazê-los pensar a longo prazo além de suas carreiras esportivas. O formato on-line e a versatilidade oferecidos pela plataforma Coursera são perfeitos para trabalhar não apenas em casa, mas também no circuito quando a competição recomeçar”, disse Andrea Gaudenzi, presidente da ATP.

“A Coursera, juntamente com sua comunidade de colaboradores, tem orgulho de servir atletas que trazem tanta diversão e inspiração para nossas vidas. Os jogadores de ATP podem aprender novas habilidades dos melhores cursos do mundo online durante essa interrupção. E manteremos o compromissos assim que o circuito for retomado”, completou Kim Caldbeck, diretor de marketing da Coursera.

Os tenistas poderão desfrutar de muitos cursos que possuem sinergia com o mercado que estão inseridos, como negócios, tecnologia, ciência de dados, desenvolvimento pessoal e bem-estar mental. Eles são ministrados por instituições educacionais de renome mundial, como o Imperial College London, a Universidade da Pensilvânia e a IBM.