Futebol

Los Angeles FC, da MLS, perde naming rights de estádio

O Banc of California disse que não irá adiante no acordo de US$ 6.7 milhões ao ano iniciado na temporada 2018

27 maio, 2020

O Los Angeles FC, da Major League Soccer (MLS), perdeu o naming rights de seu estádio. O Banc of California disse que não irá adiante no acordo de US$ 6.7 milhões ao ano iniciado na temporada 2018. Alegando uma reestruturação de seu investimento em patrocínio no esporte, o banco anunciou que seguirá como parceiro do segmento financeiro do clube americano de futebol.

O acordo de naming rights tinha duração de 15 anos e renderia um total de US$ 100 milhões para o Los Angeles FC. Agora, o time correrá atrás de um novo parceiro alegando que o estádio está programado para receber o All-Star Game da MLS em 2021 após o evento ter sido cancelado em 2020 por conta da pandemia do coronavírus.

“Estamos extremamente orgulhosos do nosso relacionamento com o Banc of California e tudo o que construímos e realizamos juntos. Agradecemos a eles por serem nossos parceiros fundadores de direitos de nomenclatura, ajudando-nos a criar algo especial e tornando o Banc of California Stadium uma das melhores experiências de esporte e entretenimento em Los Angeles. Estamos entusiasmados por continuar trabalhando com o Banc of California em nossas iniciativas comunitárias conjuntas, ao mesmo tempo em que buscamos um novo parceiro de direitos de nomeação para o estádio”, disse Tom Penn, coproprietário e presidente da Los Angeles FC, em comunicado oficial.

A MLS segue suspensa sem uma data estipulada para o retorno.