Futebol

Rangers substituirá Hummel por Castore por £ 20 milhões

O acordo com a marca é visto como o primeiro grande esforço dentro do novo momento do clube escocês

5 maio, 2020

O Rangers, um dos clubes mais tradicionais do futebol escocês, terá a britânica Castore como fornecedora de uniformes a partir da temporada 2020/2021. A marca assumirá o atual posto ocupado pela dinamarquesa Hummel, em um acordo de £ 20 milhões que será válido pelas próximas cinco temporadas (£ 4 milhões anuais).

O acordo com a Castore é visto como o primeiro grande esforço dentro do novo momento do clube. Há alguns meses o Rangers anunciou que encerraria todos os contratos existentes com patrocinadores, inclusive com a Hummel, que ainda teria uma temporada pela frente.

“O clube está incrivelmente empolgado em apresentar seu novo uniforme e parceiro de varejo para os torcedores do Rangers em todo o mundo. O acordo representa o início de uma nova era nas operações comerciais de varejo do clube. A parceria será um passo significativo na história recente do Rangers”, disse James Bisgrove, diretor comercial e de marketing do clube escocês.

De acordo com o site Sportcal, o novo acordo permitirá à Castore operar pontos de venda no estádio do Rangers, o Ibrox Stadium, e ainda integrar sua própria loja on-line ao site e às plataformas digitais do clube.

Fundada em 2016, a Castore estreia no futebol com o Rangers. Antes disso, a marca já havia patrocinado o compatriota Andy Murray durante a disputa do Australian Open, torneio em que o tenista, ex-número 1 do mundo, divulgou sua aposentadoria das quadras. Murray é patrocinado pela marca até os dias atuais.

Em dezembro do ano passado, a marca também passou a patrocinar a equipe de críquete das Índias Ocidentais em um acordo de três anos. Nos bastidores, após o Rangers, especula-se que a fabricante britânica queira uma equipe da Premier League.