Indústria

Twitch vira destino do esporte para entreter fãs durante pandemia

Wladimir Winter, Diretor de Conteúdo e Parcerias da plataforma no Brasil, falou com exclusividade ao MKTEsportivo

6 maio, 2020

A pausa forçada do calendário esportivo fez com muitas ligas, equipes e atletas “descobrissem” a Twitch, plataforma especializada em eSports. Como boa parte das organizações esportivas resolveram abraçar as competições virtuais como um caminho para entreter e se conectar com o fã, o serviço virou o meio de encontrar também um potencial público que, às vezes, está mais afastado do cotidiano.

Sem atividades, o que se viu foi uma enxurrada de iniciativas por meio da plataforma, que registrou um aumento significativo de audiência e horas assistidas. No fim, para o grande público e entidades esportivas, a Twitch virou um lugar onde é possível mostrar uma transmissão ao vivo mesmo com todo o esporte paralisado pela pandemia do coronavírus.

“Percebemos um aumento no uso do nosso serviço de streaming nas últimas semanas. Tivemos recordes em horas assistidas, criadores e espectadores ativos diariamente, mas o mais interessante é ver como isso é distribuído entre criadores e públicos-alvo”, disse Wladimir Winter, Diretor de Conteúdo e Parcerias da Twitch no Brasil, em entrevista ao MKTEsportivo.

O crescimento acompanha tendência observada em outros países. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Nielsen em abril, o consumo de transmissões de games subiu 50% nos Estados Unidos. Na França, o índice chegou a 40%. No Brasil, durante esse período, as horas assistidas dentro da Twitch aumentaram 57% mês a mês.

Na pandemia, clubes como Real Madrid e Wolverhampton, organizações como LaLiga, Moto GP NBA, Nascar e Fórmula 1, além de atletas como Thibaut Courtois e o piloto Lando Norris, lançaram torneios e desafios exclusivos dentro do streaming. Segundo o executivo, o objetivo é estreitar a relação visando ações no futuro, mesmo com as equipes e ligas retomando suas atividades normais. A chegada do futebol com mais peso ao Twitch também pode auxiliar os clubes a combaterem a pirataria na transmissão dos jogos.

“A Twitch está trabalhando em estreita colaboração com as organizações para mostrar o que eles podem alcançar com um canal no serviço de streaming e como alcançar os fãs e também novas pessoas da comunidade, mantendo-o autêntico para o público”, completou.

Abaixo, a entrevista completa com Wladimir Winter.

Antes da pandemia, o consumo de conteúdo esportivo ao vivo já estava sofrendo mudanças. Acredita que a Twitch, com tantas novidades em um curto espaço de tempo, seja hoje a protagonista e aceleradora desta transformação?

A Twitch percebeu um aumento no uso do serviço de streaming nas últimas semanas. Tivemos recordes em horas assistidas, criadores e espectadores ativos diariamente, mas o mais interessante é ver como isso é distribuído entre criadores e públicos-alvo. Houve um aumento significativo no número de novos criadores que transmitem na Twitch. Esportes e jogos casuais, em particular, tiveram crescimento de novos usuários.

Acreditamos firmemente que a Twitch é o lar ideal para o conteúdo mais variado e uma de nossas apostas é o esporte tradicional. Alguns exemplos de como a empresa já vinha investindo neste segmento são a parceria com a NWSL, na qual a Twitch está atuando como parceira internacional exclusiva dos direitos de mídia da NWSL fora dos Estados Unidos, disponibilizando todos os 108 jogos da temporada regular, playoffs e campeonato para espectadores globais.

Além disso, em janeiro deste ano, a Twitch anunciou uma parceria com o NBB CAIXA para transmitir dez partidas do NBB CAIXA desta temporada, que tinham uma abordagem diferente das partidas regulares.

Qual foi o momento exato que vocês notaram que virariam “destino” de clubes, ligas e jogadores para levar entretenimento aos fãs nesta pandemia do covid-19?

Nos últimos anos, houve um crescimento orgânico fora dos games (especialmente nos segmentos de música e esportes) e investimos no crescimento desse conteúdo. De fato, o conteúdo não relacionado a jogos na Twitch quadruplicou nos últimos três anos. A mecânica principal do que torna nosso serviço único (conteúdo de transmissão ao vivo, interações em tempo real e a poderosa comunidade) se estende a uma ampla variedade de conteúdos, de música a esportes e muito mais.

Em toda a indústria, vemos uma tendência maciça em direção à gamificação do entretenimento de maneira mais ampla. E é importante observar que essa já era uma tendência, a situação atual, na qual a maioria dos eventos ao vivo foi cancelada para evitar a reunião de pessoas, apenas tornou isto claro para um público mais amplo. Em média, há 1.5 milhão de pessoas assistindo a conteúdos na Twitch a qualquer momento. E durante esse período, observamos que as horas assistidas aumentaram 57% mês a mês.

Diante de um possível desconhecimento do que realmente podem extrair de valor dentro da Twitch, vocês tem aconselhado as organizações esportivas sobre como ir além do tradicional e oferecer um diferencial dentro da plataforma?

A Twitch disponibiliza para todos os criadores de conteúdo várias ferramentas para ajudá-los a criar seus canais e expandi-los, alcançando um público mais amplo. A Escola de Criadores da Twitch é o primeiro passo para quem começa na plataforma. Os streamers podem aprender como construir seus canais com uma base sólida, como trabalhar em sua marca nas mídias sociais, como definir e construir uma comunidade, interagir com outros streamers e também com os fãs.

É importante que os criadores mantenham um relacionamento com sua comunidade. Interatividade é a chave para uma stream de sucesso. A Twitch está trabalhando em estreita colaboração com as organizações para mostrar o que eles podem alcançar com um canal no serviço de streaming e como alcançar os fãs e também novas pessoas da comunidade, mantendo-o autêntico para o público.

De todas as iniciativas, o Real Madrid fugiu do convencional e reprisou um jogo do passado. E isso levou a números bem satisfatórios de audiência. Esta pode ser uma nova via de conteúdo que a plataforma apostará?

Houve um aumento sem precedentes em nosso público em termos de horas assistidas e de novos streamers na Twitch. Observamos um crescimento de mais de 50% ao mês em termos de horas assistidas no serviço de streaming e, nota-se, houve um afluxo de conteúdo orgânico que não é relacionado a games – especialmente das indústrias de música, entretenimento e esportes.

A Twitch sempre incentiva seus criadores (e não importa se o canal é de um único streamer ou de uma organização inteira) a oferecer novas formas de entretenimento à sua comunidade e a testar formas de interação. No entanto, cada canal é responsável por definir quais temas são de seu interesse e os tipos de conteúdo que desejam compartilhar com seus fãs.

Qual o valor da palavra comunidade para a Twitch?

O que estamos enfrentando agora no mundo é sem precedentes. Com todo mundo ficando dentro de suas casas, as pessoas anseiam não apenas por entretenimento, mas também por conexão e comunidade. A Twitch sempre tentou estabelecer conexões e criar comunidades em torno de interesses compartilhados, e essa missão nunca foi tão crítica ou aparente.