Patrocínio

Amazon foca em sustentabilidade e fecha naming rights de arena

A gigante do e-commerce dará nome a KeyArena, no centro de Seattle, para promover o seu plano climático

26 jun, 2020

A Amazon acabou de levar sua iniciativa de mudança climática para outro patamar. A gigante do e-commerce adquiriu o naming rights da KeyArena, no centro de Seattle, casa de uma nova equipe da NHL e do Seattle Storm, da WNBA.

Pelo acordo, a atual KeyArena agora será a Climate Pledge Arena, em referência ao ambicioso plano climático da Amazon, que foi apresentado pela primeira vez pelo CEO Jeff Bezos em setembro do ano passado. Os termos financeiros não foram revelados.

A arena, que tem capacidade para 18.100 pessoas, se baseará em dois pilares principais: sustentabilidade e neutralidade de carbono. A Amazon garante que será a primeira arena com emissão zero de carbono e será alimentada com 100% de eletricidade renovável. Além disso, usará água da chuva recuperada no sistema de gelo para “criar o gelo mais verde da NHL”. Vale lembrar que Seattle recebeu uma vaga para a expansão da liga americana de hóquei em 2018. Ainda sem nome, será a 32ª franquia da NHL e deve entrar na temporada 2021/2022.

“Em vez de nomear com o nome da Amazon, chamamos de Climate Pledge Arena como um lembrete regular da importância do combate às mudanças climáticas”, destacou Bezos em comunicado.

A Amazon lançou nesta semana fundo de US $ 2 bilhões para investir em tecnologias climáticas. Além disso, em fevereiro, o CEO da empresa prometeu destinar US$ 10 bilhões para lançar uma iniciativa de combate as mudanças climáticas, que oferecerá subsídios para cientistas e ativistas voltados para o clima e outras organizações.