Futebol

Erreà aproveita pandemia e lança camisa “antibacteriana” para o Parma

Novo tecido desenvolvido pela marca atua como uma espécie de “barreira” contra micróbios e bactérias

30 jun, 2020

Nesse período de crise de saúde ligada ao Covid-19, a Erreà desenvolveu um novo tecido para atuar como uma espécie de “barreira” contra micróbios e bactérias. O Parma Calcio 1913, patrocinado pela marca, foi o primeiro clube de futebol a utilizar a peça.

No último final de semana, no duelo contra a Inter de Milão, o Parma entrou em campo com o tecido antibacteriano Ti-energy Erreà. Segundo a marca, o atual momento de pandemia acelerou o desenvolvimento da tecnologia.

“Fruto da experiência da Erreà em nanotecnologia de 2008 e aperfeiçoada durante a crise do Covid-19, o novo tecido Ti-energy melhorou consideravelmente as características e funcionalidades graças ao uso de duas tecnologias distintas que fornecem a presença de nanopartículas de óxido de zinco (permanentemente encapsuladas nas fibras), exercendo uma função antibacteriana que garante a impermeabilidade a líquidos”, detalhou a Erreà.

Ainda segundo a empresa, a camisa tem uma repelência fundamental à água, o que impede a penetração de líquidos de todos os tipos que entrem em contato com o tecido, deixando o seco.

“Os líquidos deslizam na forma de pérolas, eliminando todos os tipos de sujeira”, completou a empresa.