Futebol

Lisboa prevê impacto de € 50 milhões com fase final da Champions

A maior parte desse valor virá de gastos de turistas com passagens aéreas, hotéis, restaurantes e outras atividades turísticas

27 jul, 2020

Casa da fase final da temporada 2019/2020 da Champions League, Lisboa terá um impacto de cerca de € 50 milhões durante as quartas de final, semifinais e a decisão do torneio. Tudo isso ocorrerá de 12 a 23 de agosto. O número é fruto de um estudo desenvolvido pelo Instituto Português de Administração e Marketing (Ipam).

De acordo com o Ipam, a maior fatia virá de gastos de turistas com passagens aéreas, hotéis, restaurantes e outras atividades turísticas, mesmo com todas as restrições causadas pela pandemia, que fará com que o Estádio da Luz (Benfica) e o José Alvalade (Sporting) não recebam público. O restante virá por meio de investimentos em eventos publicitários e comerciais que darão visibilidade à cidade e, também, ao país.

Por fim, o estudo estima que, mesmo sem ingressos disponíveis, cerca de 16 mil pessoas viajarão para a capital portuguesa, que também receberá outras 3 mil entre funcionários dos clubes, da Uefa e profissionais de imprensa.

“Os € 50 milhões são muito importantes, mas não vão salvar a nossa economia. O maior impacto, na nossa opinião, é o midiático”, resumiu Daniel Sá, coordenador do estudo.