Indústria

Após longa negociação, Corinthians acerta dívida com a Caixa

Clube precisará quitar a dívida até 2040, quando a Hypera Pharma pagará a última parcela dos naming rights, e não mais em 2028

27 nov, 2020

O Corinthians finalmente chegou a um acordo com a Caixa para quitar a dívida referente à Neo Química Arena. De acordo com o Globoesporte.com, o contrato, no entanto, ainda não foi assinado pela diretoria. Amanhã haverá eleições no Timão.

Pelo acordo, o Corinthians precisará quitar a dívida até 2040, quando a Hypera Pharma pagará a última parcela dos naming rights, e não mais em 2028. O clube paulista ainda terá carência de dois anos.

Ao todo, serão 17 parcelas por ano de, no máximo, R$ 38 milhões. Com os valores de naming rights, bilheteria e outras propriedades comerciais comercializadas pela arena, o Corinthians poderia voltar a faturar com seu estádio. Atualmente, valor é destinado integralmente ao pagamento.

A publicação ainda destaca que o valor total da dívida do Corinthians com a Caixa é de R$ 569 milhões. Destes, R$ 300 milhões serão abatidos com a receita dos naming rights da Arena ao longo dos próximos 20 anos. Desta maneira, restarão R$ 269 milhões, que terão de ser pagos até 2039.