Patrocínio

Hypera Pharma renova acordo e seguirá no futebol da Globo

Para o próximo ciclo, a emissora oferecerá um pacote que inclui todas as marcas e meios do grupo envolvidas nas transmissões esportivas

27 nov, 2020

A Hypera Pharma seguirá no futebol da Globo pelo terceiro ano consecutivo. A marca garantiu uma das cotas para a próxima temporada, que será iniciada em fevereiro do próximo ano.

Até agora, sem a Ambev, que optou por deixar a grade de emissora após duas décadas, a Globo está com cinco das seis marcas que estão na atual temporada do futebol. São elas: General Motors, Itaú, Vivo e Casas Bahia.

Para o próximo ciclo, a emissora passou a oferecer um pacote que inclui todas as marcas e meios do grupo envolvidas nas transmissões esportivas.

“Nossa decisão de renovar o patrocínio foi tomada com base em sólida análise de métricas de mídia e levou também em consideração a flexibilidade do novo pacote, que em 2021 permitirá acesso a diversas plataformas que compõem o ecossistema do Grupo Globo, incluindo TV aberta, Pay TV e meios digitais”, disse a diretora de marketing da Hypera Pharma, Leticia Arslanian.

Vale lembrar que a Hypera Pharma acertou um acordo de naming rights de 20 anos com o Corinthians para dar nome à atual Neo Química Arena. Tal investimento, tanto no estádio, quanto na emissora, fez a Globo flexibilizar suas políticas internas e passar a citar o nomes das arenas que contam com marcas.

A companhia afirmou que a capacidade de investimento em publicidade e propaganda da companhia está maior agora graças à entrada das marcas Buscopan e Buscofem. Nos últimos anos, a Hypera Pharma tem sido uma das principais anunciantes do Brasil em volume de investimento, com acordos que totalizam quase R$ 1 bilhão. O grupo conta com marcas como Benegrip, Coristina D, Engov, Zero-Cal e Neo Química.

Cada cota de patrocínio custa R$ 311,7 milhões, aumento de R$ 4 milhões em relação ao valor praticado para este ano. Ao todo, estima-se que o departamento de futebol da emissora deva receber R$ 1.8 bilhão com publicidade em 2021.