Indústria

Sem estrelas do escudo, Seleção Brasileira Feminina apresenta nova camisa

Pela primeira vez, novos uniformes não contam com os títulos mundiais conquistados pela equipe masculina

27 nov, 2020

Valorizar as conquistas das mulheres que construíram a rica história da Seleção Feminina ao longo dos anos e inspirar uma nova geração de atletas. É partindo deste mote que a Nike e a Confederação Brasileira de Futebol apresentaram os uniformes da Seleção Brasileira feminina que, pela primeira vez, trazem o novo escudo da CBF sem as estrelas que simbolizavam as conquistas do time masculino.

“A nova camisa da Seleção feminina é uma grande oportunidade para inspirar toda uma nova geração de meninas que sonham em jogar futebol. Remover as estrelas da camisa é uma mensagem impactante e forte por si só, por isso, nosso foco será explorar o papel da Seleção na imaginação de todas que sonham em vestir a amarelinha. O time feminino do Brasil pode não ter uma estrela na camisa, mas as suas conquistas são históricas e dignas de serem celebradas”, disse Duda Luizelli, Coordenadora de Seleções da Confederação Brasileira de Futebol.

“A retirada das cinco estrelas representa um grande passo para nós mulheres que amamos o futebol. Valorizamos demais o peso da camisa mais respeitada do mundo, mas escrevemos a nossa própria história. Enaltecer as nossas conquistas é fortalecer o futebol feminino e a base para que futuras Debinhas, Andressinhas, Adrianas e Bias sejam regra, não exceção”, completou Debinha, atacante da equipe, que estrela a campanha dos novos uniformes ao lado de Bia Zaneratto, Adriana e Andressinha.

A coleção, lançada em 2019 para o Mundial da França, foi criada a partir de estudos e troca de informações com jogadoras profissionais e amadoras. O resultado é um conjunto especial de peças dedicadas às atletas de alta performance, do dia-a-dia e a todas as fãs de futebol.

As camisas trazem uma inscrição secreta, surpresa da Nike em homenagem à Seleção Feminina: “Mulheres Guerreiras do Brasil” – inspiração para vencer dentro e fora de campo. Além disso, atendendo a um dos principais pedidos das atletas, uma das novidades é o caimento do shorts, que traz um corte inovador e ideal para a prática do futebol pelas mulheres.

O uniforme principal carrega o tradicional tom dourado, que caracteriza a Amarelinha como símbolo de talento, ousadia e brasilidade reconhecido em qualquer canto do planeta. A barra da manga ganhou um toque de verde, enquanto o short azul e as meias brancas completam o visual clássico.

O segundo conjunto inova com azul escuro e um design inspirado numa constelação de estrelas: uma homenagem a todas as jogadoras que fazem parte da história da Seleção. Os elementos gráficos clareiam em degradê na direção da cintura e criam um efeito marcante. A gola moderna segue a mesma tonalidade azul das barras das mangas. O short branco e as meias azuis completam o uniforme.

As camisas, sem as estrelas, estão disponíveis em Nike.com e em todo o mercado a partir do dia 27/11.