Indústria

Itália inicia debate sobre tornar vacina obrigatória para jogadores

O presidente da Lega Pro, a terceira divisão do futebol, Francesco Ghirelli, é um dos que deseja discutir a medida

Itália inicia debate sobre tornar vacina obrigatória para jogadores

29 de dezembro de 2020

2 minutos de Leitura

O futebol italiano pode tornar obrigatório que os atletas tomem a vacina contra o coronavírus. O presidente da Lega Pro, a terceira divisão do futebol, Francesco Ghirelli, é um dos que deseja discutir a medida, ressaltando que seguirá a ordem de prioridade imposta pelo governo do país.

A campanha de vacinação contra o coronavírus na União Européia começou no domingo (27) por pessoas que fazem parte do grupos de risco. No futebol do país, iniciou-se um debate que a vacinação dos jogadores seja indispensável.

“Embora seja pelo respeito às liberdades de todos, eu já disse em 19 de dezembro que tornaria a vacinação obrigatória para o nosso mundo. Neste caso, a escolha pessoal deve abrir caminho para o bem coletivo. No que diz respeito às vacinas, as autoridades sanitárias europeias e nacionais estabeleceram prioridades e nós devemos ater-nos a elas. De nossa parte, devemos insistir no trabalho contínuo de prevenção, informação e educação, como temos feito há algum tempo, desde que voltamos ao jogo”, disse Ghirelli.

Na Itália, profissionais de saúde do hospital de Roma Lazzaro Spallanzani receberam as primeiras doses da vacina da Pfizer/BioNTech. Cerva de 9.750 doses chegaram ao país e outras 470 mil são esperadas a partir da próxima semana.

O primeiro país ocidental a ser atingido pelo vírus, a Itália relatou mais de 70.909 mortes desde o início da epidemia em fevereiro, o maior número da Europa e o quinto em todo o mundo.

“Os controles e a seleção a que submetemos o chamado grupo de equipe fornecem dados úteis também para um contexto fora do futebol e estes dados estão disponíveis. O maldito vírus é sorrateiro e insidioso, mas aqueles que seguem boas práticas de prevenção têm melhores defesas”, completou o mandatário.

Compartilhe