Indústria

Marcas se unem ao Guaraná em apoio ao futebol feminino

Avon, Banco BMG, Burger King, Consul, ESPN, GOL, Halls, LAY’S, Puma e Vivo estamparão as latinhas da marca em 2021

2 dez, 2020

O projeto do Guaraná Antartica de convocar parceiros que apoiassem o futebol feminino surtiu efeito. Com a promessa de estampar as marcas em 30 milhões latinhas no próximo ano, Avon, Banco BMG, Burger King, Consul, ESPN, GOL, Halls, LAY’S, Puma e Vivo embarcaram na campanha.

A iniciativa terá como foco a base da modalidade e irá apoiar o projeto ‘Meninas em Campo’, criado em 2016, que oferece treinos de futebol para meninas entre 9 e 17 anos. O projeto já atendeu mais de 200 atletas, sendo que 20 delas foram selecionadas para jogar em equipes profissionais. O grupo de marcas citadas apoiará o ‘Meninas em Campo’ de forma direta.

“Estamos felizes por chamar a atenção de tantas empresas para o esporte feminino e trazer novas perspectivas para as atletas. Sabemos da importância da modalidade no País e de como o esporte pode ser transformador. Essa é uma história que começamos a construir lá trás, mas que ainda tem um logo caminho para percorrer”, disse Julia Chieppe, marketing de Guaraná Antarctica.

Na iniciativa do Guaraná, o interessado deveria entrar com uma cota de R$50.000,00 para receber, em troca, diversas contrapartidas de marca como: logo da sua marca na lata de Guaraná Antarctica, posts de Facebook/Instagram e esforços de imprensa.

Somente em 2020, o Guaraná anunciou investimento no Brasileirão Feminino A1 e substituiu seu espaço nas placas de publicidade dos gramados por frases que incentivam o apoio de novas marcas. A iniciativa agressiva começou no último ano, durante a Copa do Mundo de 2019, na França, quando, em comercial, a empresa convocou outras marcas a investirem na modalidade. A empresa ressaltou o poder de entrega das jogadoras da seleção.

Viviane Pepe, diretora de comunicação da Avon: “Nós da Avon temos um compromisso de promover o protagonismo das mulheres, que significa amplificar o poder de escolha e oportunidade de crescimento de cada uma, para que elas possam estar onde quiserem, inclusive no futebol. Tendo em vista o nosso histórico de apoio ao esporte feminino, faz todo sentido nos aliarmos a essa iniciativa, reafirmando nossa missão de apoiar cada mulher para impulsionar conquistas que sejam coletivas.”

Ana Karina Bortoni Dias, CEO do BMG: “A parceria com Guaraná Antárctica vem pra coroar todo o trabalho que já temos feito em apoiar mulheres talentosas.”

Thais Souza Nicolau, diretora de marca do Burger King no Brasil: “Nosso objetivo nessa parceria é aumentar a visibilidade das mulheres no futebol, mais que incentivo, a representatividade também é essencial: quanto mais mulheres profissionais, mais meninas verão que o esporte é um caminho possível.”

Allyne Magnoli, diretora de marketing da Consul: “A Consul acredita na força das mulheres e que quando se investe em uma mulher, ela investe em outra, que investe em outra, gerando uma corrente positiva de empoderamento feminino. O futebol tem um papel muito importante no Brasil e investir em mulheres no futebol é um grande passo para uma sociedade mais diversa e justa.”

Claudia Neufeld, Vice-Presidente de Marketing da Disney, marca detentora da ESPN: “É motivo de muito orgulho para a ESPN fazer parte de mais uma iniciativa de incentivo ao futebol feminino. Temos transmitido cada vez mais campeonatos femininos e acreditamos que este tipo de projeto é fundamental para ampliar o número de mulheres que praticam e consomem esporte no Brasil.”

Loraine Ricino, diretora de Marketing, Comunicação Externa, Canais Digitais e Sustentabilidade da Gol: “A Gol se orgulha de ‘Ser a Primeira Para Todos’ e, justamente por isso, de apoiar um projeto tão importante como o Em Campo. É uma forma de a companhia contribuir para o fortalecimento do futebol feminino no Brasil.”

Anna Carolina Teixeira, diretora de balas e gomas da Mondelēz Brasil: “Considero o esporte um meio de transformação social, especialmente para meninas e mulheres. A modalidade também tem total sinergia com Halls, que fala sobre superar desafios. Entrar nesse universo é mais uma forma de traduzir genuinamente o nosso posicionamento de respirar fundo para superar os obstáculos do dia a dia.”

Cintia Spielmann, gerente de marketing da PepsiCo no Brasil: “Essa parceria fortalece o compromisso de Lay’s com a busca pela igualdade de gênero, dentro e fora dos campos. Já possuímos um histórico de apoio ao futebol feminino, sendo inclusive patrocinadores da UEFA Women’s Champions League, mas sabemos da longa jornada pela frente. São iniciativas como essa que dão visibilidade para as mulheres na modalidade.”

Rubia Dalla Pria, coordenadora de projetos femininos na Puma Brasil: “A Puma trabalha por uma mudança estrutural nas bases do futebol feminino, o que significa que mais meninas e mulheres tenham acesso ao esporte desde cedo e que haja uma valorização da modalidade por toda sociedade brasileira. É por isso que estamos felizes em participar da ação junto a Guaraná Antártica e tantas outras marcas importantes do cenário nacional e plantar mais essa sementinha pelo futuro da modalidade.”

Marina Daineze, diretora de imagem e comunicação da Vivo: “Nós temos muito orgulho em patrocinar a Seleção Brasileira de Futebol Feminino, Masculino e categorias de base desde 2005. O futebol é o esporte mais democrático e presente no cotidiano dos brasileiros. Somos uma marca que acredita na diversidade e ações como essa são essenciais para dar visibilidade ao esporte feminino.”