Indústria

Após 37 anos, Budweiser anuncia que não estará no Super Bowl

Marca declarou que o dinheiro destinado em publicidade será revertido em doações para produção de vacinas contra a Covid-19

26 jan, 2021

A Budweiser é mais uma gigante do mercado que anunciou que não estará no Super Bowl 55. Esta será a primeira vez em 37 anos que a marca não investirá na partida. A decisão da Anheuser-Busch InBev segue movimentos de marcas como Hyundai, Ford, Coca-Cola e Pepsi.

Por outro lado, o grupo confirma que serão veiculados anúncios para Bud Light, Bud Light Seltzer Lemonade, Michelob Ultra e Michelob Ultra Organic Seltzer.

No lugar de investir US$ 5.6 milhões por 30 segundos, a Bud diz que redistribuirá os gastos para apoiar a campanha de educação pública da vacina contra o coronavírus. Segundo a vice-presidente de marketing da Budweiser, Monica Rustgi, ainda não há um valor correto, mas em entrevista à ABC News é “uma quantia milionária de dólares.”

“Este compromisso é um investimento em um futuro onde todos nós podemos nos reunir novamente em segurança por causa de uma cerveja”, declarou a cervejaria.