Indústria

Justiça suspende acordo de empresa que iria gerir GP São Paulo

Ausência de licitação e sigilo de documentos motivaram a suspensão

12 jan, 2021

Dias depois do prefeito Bruno Covas publicar no Diário Oficial a contratação da empresa MC Brazil Motorsport Holding Ltda para a gestão da Fórmula 1 na cidade, o juiz Emílio Migliano Neto suspendeu o contrato de R$ 100 milhões. A notícia é do Painel da Folha.

Um dos argumentos dados foi a falta de licitação para o acordo. Há ainda o sigilo imposto pela Prefeitura de São Paulo para a parceria. Não ficou claro, por exemplo, se o valor inclui a taxa pedida pelos organizadores da Fórmula 1. Por meio dele, o seriam pagos cinco parcelas anuais de R$ 20 milhões.

“Os fatos revelam sem sombra de dúvidas que, pelo menos nesta fase, os princípios da publicidade e da transparência estão sendo violados de forma explícita”, disse Emílio Migliano Neto.

Agora, a Prefeitura de São Paulo tem cinco dias para apresentar os documentos de sua negociação com a MC Brazil Motorsport Holding Ltda.