Futebol

Pandemia diminui transferências na atual janela da Premier League

O total gasto não deve ultrapassar 80 milhões, sendo um quarto deste montante referente ao acordo de Amad Diallo no United

Pandemia diminui transferências na atual janela da Premier League

02 de fevereiro de 2021

2 minutos de Leitura

As novas regras de transferência pós-Brexit, somada à Covid-19, fez com que as equipes da Premier League gastassem menos em contratações na atual janela.

O total gasto não deve ultrapassar £ 80 milhões, sendo um quarto deste montante relacionado ao acordo do Manchester United com o Atalanta para a chegada de Amad Diallo. O valor seria o mais baixo desde os £ 36.7 milhões gastos em janeiro de 2010 em 27 transferências.

O impacto nos cofres das equipes é motivado pela receita nula em matchday nesta temporada, além de um elevado valor de reembolso às emissoras pela paralisação do futebol. Soma-se à isso o feito das novas regulamentações de transferências sobre os jogadores dos países da União Europeia, que se aplica aos negócios envolvendo atletas de fora do Reino Unido.

Sem a livre circulação de mão-de-obra da União Europeia, a contratação de estrangeiros está sujeita a um sistema de pontos que leva em consideração o número de partidas internacionais de jovens jogadores, suas aparições no clube, bem como a qualidade do clube vendedor e sua posição na liga.

“Provavelmente isso não afeta o BIG 6, pois eles estarão olhando para jogadores que são grandes nos principais países ou que jogaram na Liga dos Campeões, mas para os jogadores de um nível inferior a corrente secou muito de repente”, disse Kieran Maguire, especialista em economia do futebol, ao The Times.

Compartilhe