Futebol

A maior motivação de Neymar para fechar com a Puma

Adam Petrick, diretor global de marca e marketing da empresa, revelou os bastidores da negociação com o atacante brasileiro

A maior motivação de Neymar para fechar com a Puma

22 de março de 2021

3 minutos de Leitura

Neymar agitou o mercado de marketing esportivo ao trocar a Nike pela Puma após quinze anos. A mudança gerou grande repercussão e fez a marca alemã subir para um novo patamar no esporte. Os bastidores desta contratação agora são de conhecimento público. Em entrevista exclusiva para a revista Placar, Adam Petrick, diretor global de marca e marketing da Puma, disse que o jogador brasileiro procurou a marca para seguir os passos de Pelé, embaixador da empresa desde a década de 60.

“Ele nos procurou e disse que estava interessado na parceria. O primeiro pensamento que tivemos em trabalhar com Neymar foi como o usaríamos e o que faríamos com ele. Sob a perspectiva da marca, pensamos em usar sua voz, sua imagem além do futebol. As negociações envolveram a discussão em como envolve-lo para representar a marca amplamente. É importante para ele e para a gente. Não é só por causa do futebol, mas pela cultura que envolve o futebol. E a cultura dos nossos consumidores”, detalhou Adam à Placar.

Ao anunciar o patrocínio em setembro do ano passado, o vídeo divulgado nas redes sociais do jogador exaltou antigas parcerias da Puma com nomes que marcaram época no futebol, como Pelé, Maradona, Eusebio e Cruyff. O primeiro modelo utilizado por Neymar, a King, começou por Eusébio, que a calçou na Copa do Mundo da Inglaterra de 1966 e marcou 9 gols, sendo o artilheiro daquele Mundial. A marca gostou da visibilidade que o português trouxe e resolveu lançar seu novo modelo, dois anos depois, tendo Eusébio como embaixador principal. Nos pés de Pelé, ela ganhou o mundo em 1970.

“Quando ele veio até a Puma e disse que queria usar a chuteira King, foi um pouco surpreendente, porque não é o tipo de chuteira com a qual ele estava acostumado, mas ele vestiu e gostou. Acredito que é um grande tributo à história da companhia, da chuteira, ao modelo”, disse.

Também no anúncio, Neymar utilizou uma carta escrita à mão. Nela, relatava as mudanças e reflexões que faz ao final de cada temporada para explicar a troca de patrocinadora, culminando assim com sua chegada à Puma.

“A ideia veio dele. A carta que ele escreveu mostrando suas intenções de usar especificamente a chuteira Puma King. Foi o que ele disse para a gente no início do processo, então penso que é uma história muito legal”, complementou o executivo.

Além de chuteiras, Neymar também terá um papel fundamental para a empresa fora de campo, vestindo o lifestyle da Puma, como roupas de treino, calçados e produtos inspirados no esporte. Uma linha foi lançada esta semana.

“Ele é um embaixador da marca e nos representa de diversas formas. Nós vemos o que podemos fazer juntos nos próximos meses e anos. Estou otimista que ele vai aproveitar muito o tempo com a gente e será uma grande parceria por um longo tempo”, finalizou.

Compartilhe