Indústria

Estudo do Google aponta aumento de interesse por esportes em 2020

Empresa partiu de dados coletados pela Sport Track e realizou uma pesquisa com 2 mil pessoas entre os dias 24 e 26 de novembro

4 mar, 2021

Os brasileiros aumentaram o interesse em atividades físicas durante a pandemia. A constatação é do Google a partir das buscas por termos relacionados ao esporte.

O Google partiu de dados coletados pela Sport Track e realizou uma pesquisa com 2 mil pessoas entre os dias 24 e 26 de novembro. O cruzamento de dados da empresa de tecnologia com a nova pesquisa ratificou o quanto que o brasileiro se interessa pelo esporte.

Entre março e novembro de 2020, as buscas por exercícios em casa cresceram duas vezes, além de um aumento no interesse por Ciclismo (+144%) e Natação (+230%). Segundo a pesquisa da Sport Track, 39% declara ter começado a praticar algum esporte novo no período, com destaque para caminhada (23%), corrida (18%) e bicicleta (10%). Houve também um aumento em 113% nas buscas por meditação e mindfulness, mostrando a importância do lado psicológico em detrimento de questões estéticas.

“Essas práticas fazem parte de uma tendência global do “estar bem”, o que intensifica a procura por formas de se manter saudável e melhorar a qualidade de vida e impulsiona o crescimento do interesse por novas atividades físicas”, comentou José Melchert, head de negócios para Varejo do Google Brasil.

As modalidades que mais tiveram crescimento de interesse, segundo a pesquisa, foram o vôlei (com 41% de menções, contra 26% no último levantamento), basquete (21%, contra 8%) e natação (16%, contra 12%). Já em relação à prática, a caminhada assumiu a dianteira, com 30% das respostas, destronando o futebol, em segundo lugar (29%). A lista ainda tem a corrida (23%), musculação (16%) e ciclismo (11%).

“Essa relação mais plural com os esportes é o momento para as marcas e varejistas expandirem os seus portfólios e relação com os consumidores, oferecendo produtos, conteúdos e experiências que fomentem as novas paixões e práticas dos brasileiros. Elas têm um papel em ajudar os brasileiros a inserir exercícios e esportes em suas rotinas, seja indoor ou outdoor, promovendo bem estar e qualidade de vida”, finalizou o executivo.