Futebol

Por falta de pagamento, TV Walter Abrahão perde os direitos das Eliminatórias da Copa do Mundo

Mediapro já aceita um valor menor para que obtenha algum retorno com os jogos do torneio

8 mar, 2021

Após surpreender o mercado ao adquirir os direitos de transmissão das Eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2022 no Qatar, a TV Walter Abrahão (TV WA) saiu de cena por falta de pagamento. O acordo envolvia o pagamento de R$ 11 milhões (US$ 3 milhões) e incluía jogos da Seleção Brasileira como visitante.

“Impossível pagar algo que não tem data definida por conta da pandemia, o que para nós é uma tristeza, já estamos passando isso com o Catarinense, mas entendemos que o respeito a vida vem antes de interesses comerciais pessoais. A TV WA continua interessada, tem os patrocinadores para tal, mas por respeito ao dinheiro dos patrocinadores, só serão despendidos quaisquer valores na certeza que nenhum patrocinador será lesado”, disse Walter Abrahão Filho ao UOL.

Para jogos em casa, os direitos são da Globo, que deve tentar novamente adquirir o pacote, como já era o desejo da emissora. A Mediapro, agência que negocia a venda dos direitos das partidas como mandante de oito seleções (Brasil e Argentina não estão no pacote), baixou a pedida para que consiga obter algum retorno. Se anteriormente pedia US$ 3 milhões, agora a empresa espanhola já cogita aceitar US$ 1 milhão pelo pacote de jogos, que envolveria todas as partidas do Brasil como visitante.

Nas quatro primeiras rodadas das Eliminatórias, a TNT Sports teve os direitos de mostrar as partidas por streaming no serviço Estádio TNT Sports, enquanto a Conmebol levou Uruguai x Brasil no seu canal de pay-per-view na Claro e na Sky.