Futebol

Ações da Juventus e Manchester United disparam após anúncio da Super League

Clubes estão entre os fundadores do novo torneio europeu

19 abr, 2021

Após o anúncio da criação da Super League, Juventus e Manchester United, que estão entre os fundadores do torneio, viram os preços de suas ações na bolsa de valores disparar.

O preço das ações da Vecchia Signora (JUVE.MI) subiu mais de 12%, já que os acionistas gostaram do movimento que cria rivalidade com a Champions League e visa obter ainda mais receitas para os cofres do clube. Já as ações do Manchester United da Inglaterra (MANU.N) subiram 11% nas negociações antes da abertura da Bolsa de Valores de NY.

O anúncio da Super League no domingo foi condenado por diversas organizações, como UEFA, FIFA, LaLiga e Premier League.

O torneio terá a participação de Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid; dos italianos Internazionale de Milão, Juventus e Milan; e os ingleses Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham. Todos entrariam como fundadores. Times como Bayern, Borussia Dortmund e Paris Saint-Germain recusaram participar.

No comunicado divulgado em conjunto neste domingo (18), eles afirmaram que preveem ainda que mais três clubes se juntem antes da temporada inaugural. A ideia dos 12 fundadores é, assim que possível, criar também a Super League feminina.