Tecnologia

CBTM fecha com empresa de análise de performance para Jogos Paralímpicos

Stupa Sports Analytics será a analista oficial de performance dos mesa-tenistas paralímpicos do Brasil

14 abr, 2021

A Stupa Sports Analytics é a nova parceira da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) para a disputa dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que acontecem em agosto deste ano. Seguindo uma tendência global de avanços tecnológicos, a empresa indiana será a analista oficial de performance dos mesa-tenistas paralímpicos do Brasil fornecendo dados em tempo real e criando perfis para os atletas. O objetivo é ajudar os técnicos a identificarem pontos fortes e fracos e investirem em estratégias de aprimoramento do jogo.

Uma das principais ferramentas da Stupa é seu serviço de inteligência artificial. Com ele, será possível fornecer análises em tempo real do que acontece nos confrontos: mapas de calor da bolinha, sua velocidade, tempo de duração dos rallys e vídeos com os momentos mais importantes das partidas, por exemplo.

A empresa é a primeira no mundo a oferecer este tipo de serviço voltado para o tênis de mesa. Com suas análises, é possível obter estudos de desempenho dos atletas, padrões de dados históricos, tendências e um olhar detalhado sobre o seu jogo, condicionamento físico e condição técnica. O serviço também possibilita identificar anomalias ocultas e soluções para corrigi-las, amplificando o conhecimento dos técnicos sobre seus atletas.

“Além do trabalho dos técnicos, queremos disponibilizar à nossa equipe paralímpica dados que permitam uma análise em tempo real, baseada na inteligência artificial. Eu acredito que isso vai nos ajudar a descobrir pontos fortes ocultos, trabalhar nossas fraquezas e melhorar nosso desempenho na Paralimpíada de Tóquio”, disse Alaor Azevedo, presidente da CBTM.

“Escolhemos a Stupa pelos resultados que eles atingiram estudando grandes mesa-tenistas ao redor do mundo. Estaremos em um novo patamar na modernização do tênis de mesa brasileiro”, completa.

A coleta de dados no esporte tem sido cada vez mais valiosa com o avanço da tecnologia. Ao estudar milhares de jogos, os analistas identificam padrões que podem tanto otimizar boas jogadas quanto limitar movimentos ruins. Informações sobre a condição física dos atletas também podem ser cruciais para evitar lesões, definir exercícios e um programa nutricional direcionados.

“Agradecemos à CBTM por nos dar a grande oportunidade de trabalhar com a equipe paralímpica. A Stupa vai agir como um suporte para otimizar os treinamentos. As análises vão auxiliar os atletas a entenderem melhor seu jogo. Com um perfil bem definido de cada um e dados em tempo real, os técnicos poderão criar estratégias mais precisas”, complementou a fundadora e diretora executiva da Stupa Sports Analytics, Megha Gambhir.