Coluna

Os bastidores de um patrocínio máster

21 abr, 2021
Fábio Wolff
Sócio-diretor da Wolff Sports e professor no MBA de Gestão e Marketing Esportivo da Trevisan Escola de Negócios
Ver mais artigos deste autor

Como fechar um patrocínio máster em plena pandemia?

Algumas pessoas fizeram essa pergunta após anunciarmos o patrocínio máster da SumUp junto ao Santos Futebol Clube há três semanas.

Poucos sabem que essa história começou há três anos, tendo sido apresentados alguns planos de marketing esportivos à SumUp. No início do ano, mais uma vez, outros foram realizados e oferecidos e, após várias etapas, finalmente obtivemos sucesso.

Fazer negócios exige muita disciplina, resiliência, foco, força de vontade, preparo, boa rede de contatos e sorte. Perdi a conta das vezes em que batemos na trave quando estávamos prestes a fechar um negócio. O importante é jamais desistir.

Quando o briefing da SumUp chegou, em meados de janeiro, logo pensamos: agora vai!? A informação foi clara, reconhecimento de marca importante, mas o principal, nesse caso, era tocar o coração dos clientes da SumUp (micro e pequeno empreendedores), ou seja, gerar credibilidade à marca. E aí o Santos Futebol Clube, time de tantas glórias, de Pelé e Neymar, uma marca amada, “caiu como uma luva”!

O futebol gera um awareness incrível, mas se faz necessário realizar considerável ativação para gerar engajamento junto aos torcedores e ao público. Nas diversas negociações que tivemos juntamente com a We (agência de publicidade da SumUp), o cliente e o clube, esse ponto foi muito debatido e o fato de todos os envolvidos entenderem a necessidade de ativar e engajar foi fundamental para acelerar o processo de negociação. Um trabalho em conjunto de sucesso.

Outro diferencial na negociação foi estender o patrocínio máster aos “Meninos da Vila”, times da base, grande formador de atletas, bem como à equipe feminina, as famosas “Sereias da Vila”. Mais de 60% dos funcionários da SumUp são mulheres e o empoderamento feminino é parte do posicionamento do cliente.

Negociações realizadas, ajustes feitos, chegamos à assinatura do contrato em tempo recorde. Durante as três semanas desde o fechamento do negócio, as partes conseguiram segurar a informação sem qualquer vazamento, fato raro no futebol, ainda mais se considerarmos que se tratava de patrocínio tão aguardado pelo clube.

O lançamento do patrocínio foi realizado aos colaboradores da SumUp e simultaneamente ao mercado em geral.

Os números iniciais demonstram o enorme retorno do futebol:

– Mais de 60 veículos veicularam a notícia;

– Aumento de 800% nos seguidores, de 21.000% nos likes e 1.300% nos comentários no Twitter;

– Aumento de 20% nos seguidores, de 1700% nos likes e de 840% nos comentários no Instagram;

O início tem sido deveras animador, com a vitória contra o San Lorenzo, classificação na fase de grupos da Libertadores, muitos posts e interações divertidas entre a SumUp e os torcedores no Twtitter. Li muitos “SumUp eu te amo” ou “estou Sumupzado”.

O período do contrato – de um ano – parece ser longo, mas não é… Então, agora, mãos à obra! Vamos ativar, encantar o cliente e aos clientes do cliente, criar a associação de marca e aproveitar ao máximo essa superparceria.

Parafraseando Michael Jordan, o talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos.