Atletas

Com Nadal, Vivo incentiva meninas a seguirem seus sonhos no esporte

O filme foi criado pela agência Africa e dirigido por Pedro Becker, com produção da NOMADS’s

31 maio, 2021

A Vivo apresentou sua nova campanha com Rafael Nadal figurando como um incentivador de Maria Eduarda Abreu, a “Duda”, uma personagem da vida real apaixonada pelo futebol. Nascida em 2009, Duda joga desde os quatro anos e já passou por grandes times. Agora, é a estrela dessa campanha, que mostra que o esporte tem um papel fundamental para aproximar as pessoas dos seus sonhos.

“Este filme é sobre deixar florescer seu talento e sua paixão, é sobre a importância de abrir caminhos para que as meninas possam fazer suas escolhas com confiança”, disse Marina Daineze, diretora de Marca e Comunicação da Vivo.

A Vivo já tem um importante papel como incentivadora do esporte feminino, patrocinando, desde 2005, a seleção brasileira de futebol feminino e com iniciativas sob o conceito “Com eles, com elas, #JogueJunto”. A empresa também patrocina o time feminino de eSports do Clube Vivo Keyd.

“O empoderamento feminino precisa ser fomentado nos esportes. Isso significa que precisamos abrir espaço para o esporte feminino, para criar repertório, referências e estimular audiências. Promover o futebol feminino é uma forma de empoderar as atletas usando a força do esporte que é uma paixão nacional e faz parte de nossa identidade cultural”, completa Marina.

A atuação externa é reflexo do que se vive dentro da empresa, já que internamente a Vivo também promove ações e programas consistentes para empoderar as mulheres. Desde 2018, mantém o programa “Mulheres em Áreas Técnicas”, para a inclusão de mulheres em uma área na qual a força de trabalho é predominantemente masculina. Outro compromisso da Vivo é garantir a presença de pelo menos um currículo feminino entre as finalistas dos processos seletivos de lideranças.

Criado pela agência Africa e dirigido por Pedro Becker, com produção da NOMADS’s, o filme “Talento” foi gravado em Brasília e em Mallorca, Espanha, onde vive Rafael Nadal. A troca de passes entre atleta e Duda é efeito de computação gráfica, já que as cenas foram gravadas separadas no Brasil e Espanha, para garantir que todos os protocolos de segurança contra a Covid-19 fossem seguidos.