Indústria

ESPN fecha acordo de US$ 1.4 bilhão com a LaLiga

Futebol espanhol terá 380 jogos transmitidos para os fãs nos Estados Unidos

ESPN fecha acordo de US$ 1.4 bilhão com a LaLiga

14 de maio de 2021

2 minutos de Leitura

A ESPN garantiu os direitos da La Liga para os Estados Unidos até o final da temporada de 2028/29. Segundo a Sportico, o canal de propriedade do grupo Disney pagará US$ 175 milhões por ano, ou um total de US$ 1.4 bilhão. Trata-se do contrato de direitos de mídia mais valioso dos Estados Unidos para uma liga de futebol no exterior.

O novo contrato só foi possível por um esforço da La Liga que teve que comprar de volta seus direitos de mídia dos EUA da BeIN Sports, do Catar, que seria a parceira de transmissão exclusiva da liga no país até o final da temporada 2023/24.

A partir da temporada 2021/22, serão 380 jogos ao vivo por ano no ESPN +, o serviço de streaming por assinatura da emissora. A plataforma também mostrará uma seleção de jogos do La Liga SmartBank, a segunda divisão do futebol espanhol. Todos os duelos estarão disponíveis em inglês e espanhol. Partidas selecionadas irão ao ar nas redes lineares da ESPN a cada temporada, enquanto a cobertura e os destaques também estarão disponíveis no SportsCenter e outros programas de estúdio da ESPN, bem como nas plataformas digitais e sociais da emissora.

“Estamos absolutamente entusiasmados em trazer a La Liga para a ESPN nos Estados Unidos. Este é um acordo histórico de oito temporadas de transmissão de futebol no país que mostra o poder da La Liga e de seus clubes no maior mercado de mídia do mundo e trará a melhor liga de futebol do mundo às telas americanas de uma forma mais abrangente e moderna do que nunca”, disse o presidente da La Liga, Javier Tebas.

“À medida que o futebol continua sua ascensão no mercado dos EUA, estamos entusiasmados em trabalhar com a La Liga para estabelecer uma conexão mais profunda com os fãs americanos por meio de nossa empresa e plataformas de streaming líderes do setor, redes de televisão e ativos de mídia digital e social”, acrescentou Burke Magnus, vice-presidente executivo de programação e conteúdo original da ESPN.

A América do Norte é um mercado estratégico para La Liga, que em 2018 assinou uma joint venture de 15 anos com a empresa americana de esportes e entretenimento Relevent Sports para expandir sua marca na região.

Compartilhe