Indústria

Estudo da UEFA detalha perda bilionária do futebol europeu

Impacto da pandemia ainda poderá ser sentido na próxima temporada

21 maio, 2021

Um estudo da UEFA divulgado pelo 2Playbook detalhou que as perdas operacionais acumuladas entre 2019/2020 e 2020/2021 podem bater a casa dos € 8 bilhões.

Em seu relatório, que mede o impacto da pandemia no futebol, estima que a queda na receita esteja entre € 7.2 bilhões e € 8.1 bilhões em comparação com as expectativas. Ele ainda revela que a temporada 2021/2022 também poderá ter reflexos negativos, dependendo do interesse do público em retornar imediatamente aos estádios. Isso pode afetar os patrocínios e € 700 milhões já concedidos por contratos audiovisuais perdidos na próxima temporada.

A projeção da Uefa é que as bilheterias perderão entre € 3.6 bilhões e € 4 bilhões, dependendo se a reabertura dos portões ocorrerá em junho ou apenas final do ano. No comercial, a queda será entre € 2.4 bilhões e € 2.7 bilhões, enquanto os direitos de Tv perderão entre € 1.2 bilhão e € 1.4 bilhão.

“Após mais de 20 anos de crescimento contínuo da receita a uma média de mais de 8% ao ano, o declínio esperado na receita do futebol de clubes representa um desafio financeiro sem precedentes”, destacou a UEFA.

A janela de transferências de verão de 2020 teve uma redução de 39% em relação a 2019. Os clubes ingleses representaram 43% das transferências globais, com a Premier League sendo o maior gastador na campanha de 2020/21, com mais de € 1.8 bilhão.